Esclarecimento: O texto abaixo é indicado a pessoas com acentuada dificuldade em se manter saudável com seus sentimentos afetivos amorosos. Se você é poliamorista, talvez se identifique com uma coisa ou outra. Se você acredita em alma gêmea, procure tratamento porque seu caso é pior do que pensei e cê tá fudidx. 


"coração é terra que ninguém anda.."

Não adianta esconder. Não adianta esconder-se. Vivemos para nos apaixonar e nos apaixonamos para viver. Somos vulneráveis às ações do amor romântico porque NECESSITAMOS do sentir-se amado ou quisto. A ideia de  estar e/ou envelhecer sozinho causa desconforto e uma amargura na boca. Seja quais forem as razões de até estereotiparmos o amor (Alô, Hollywood?), ninguém se imagina aos 70 anos sozinho em uma varanda. Caso você sim, meu email está no fim deste post para que você me ensine a tática ou fórmula mágica. Right? Não adianta negar. 

                                                                        (Own!)

Ninguém tem o super poder de escolher quem gostar ou desgostar. Verdade. O amor e a paixão chegam como um vendaval derrubando tudo e não se importando com a sua lista de prioridades e de pessoas que deveria gostar. Eles não querem saber disso. Problema seu. Se vire. Foda-se se você preferiria ter os quatro pneus arriados por um carinha que lute pelas mesmas causas que você e tenha aquela barba deliciosa. QUEM foi que disse que é VOCÊ quem escolhe??

Quando menos se espera, o amor da sua vida é alguém que curte pagode e realiza o destempero de tomar um banho por semana. Ou, então, parcela abadá de micareta na Bahia em 15 vezes e tem uma tatuagem de latino na panturrilha. 
Mas... suponhamos que na Tele Sena do amor você é foda e se deu bem. Imaginemos que você encontrou a tampa da sua frigideira, quem disse que só porque a pessoa em questão é o que você sonhava, ou o que sua mente sempre imaginou como arquétipo do amor perfeito, isso significa que a pessoa em questão COM CERTEZA corresponderá seus sentimentos? Ou que te tratará bem e te respeitará?
Não mesmo. Não. NUNCA! É como dizem, "o amor é uma loteria". (E loteria NÃO é o resultado da Tele Sena)

O que eu realmente não entendo é o que faz com que tantas pessoas plantem a semente da ilusão em seu peito o tempo todo. Seguem regando a plantinha, que não brota, com esmolas de porçõezinhas de atenção que o outro oferece. A verdade está lá. Quase na cara. Seus amigos (os de VERDADE) já esfregaram na tua face e colaram até com super bonder. Até teus instintos de bicho e a tua intuição já gritaram várias vezes "SAI DESSA" "PRA QUE PORRA SE ENVOLVER?" "PRA QUE SER TÃO SÁDICO CONSIGO MESMO?" "POR QUE NÃO DAR MEIA VOLTA VOLVER?" 
Mas você prefere continuar ignorando o óbvio. É mais fácil acomodar-se em meio a expectativas sem fundamento e destino confiável. Está tão envolvido nas estruturas de mentira que você criou, que imagina não conseguir viver mais sem isso (mesmo que comprometa sua estrutura psicológica e emocional, além do amor próprio). É triste.



A gente começa a gostar de alguém e começa a lutar desesperadamente para que este sentimento vigore, para que a outra pessoa perceba e milagrosamente passe a nos querer com a mesma intensidade e verdade que a queremos. E não há qualquer coisa de errado com isso. Sério. O problema é quando tal relacionamento é uma faca afiada e você dar murros sem parar (cujo objetivo EU NÃO SEI...), quando não enxergamos que a relação é um eufemismo estúpido. Uma hora a ficha tem que cair e a gente tem que reconhecer que foi tudo conotativo e ilusório demais. Que nós seguramos um balão e deixamos o vento nos levar pra onde ele quisesse... pra onde a gente não queria estar. Às vezes, ao fim de tudo, não sabemos sequer como voltar ao local inicial. 

Particularmente, as experiências me ensinaram a encarar meus sentimentos como investimentos. Cansei de suicidar meu psicológico por conta de amores infundados, fadados ao fracasso e não correspondidos. Não estou mais disposta a criar jardins para quem apenas quer um banquinho pra sentar. O amor e a paixão são mágicos, lindos.. consomem.. deixa a gente em estado de loucura. Ou quase. Mas isto não deve lhes dar o direito de fazer conosco o que bem entendem.



O mundo está cheio de pessoas querendo uma história inteira e bonita. Pra que perder tempo com quem só quer uma frase e um cigarro? Pra que perder tempo insistindo com alguém que tem todo o direito de não te querer?
Talvez o primeiro passo seja você passar a se amar. Parece clichê, e é, mas é também a maior verdade. Cada um tem o amor que merece ou se julga merecer. Se você acha que merece qualquer migalha de afeto, é exatamente o que terá.

Beijos sabor cereja! e bora amar sem sofrimento ou dores profundas. <3

Ps: Não esqueci. Se você sabe o antídoto pra viver sem precisar de amor, meu email do sucesso é sil_anavliscs@hotmail.com 
BjusMeEnvia Plmdds <3

22:09

Im NOT sorry. MAS EU VOLTEI!

Esta é uma cereja de Anavlis |

"Hoje eu acordei, me veio a falta de você.
Saudade de vocêeeee. Saudade de vocêeeeee.
Lembrei que me acordava de manhã só pra dizer Bom dia, meu bebê. Te amo, meu bebê KD O PEOR BLOG EVER?"

                    Gente feia e exibicionista sem selfie. Rua sem flanelinha. Sou eu assim sem o Bombas... 

Foi bonito, FOI. 
Foi intenso, FOI.
FOI VERDADEIRO. (e sincero)
Maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaas faculdades terminaram. Toda uma vida na labuta se iniciou. E, principalmente, toda a amargura e rancor partiram de nossos coracões nunca felizes. Só amor. <3
(Mentira!  A gente ainda espera que alguns ex contraiam gonorreia com um espirro dentro de um busão lotado. PORQUE BENEVOLÊNCIA TEM LIMITE. AGOURO PRA EX, NÃO!)

Nada justifica ~abandonar~ um blog tão delicioso como o Bombas. Eu sei. E apesar de não gostar deste termo chamado ABANDONO, foi bem assim que deixamos o Bombas. Mais largado que filho desocupado no sofá. Mais esquecido que seu número que aquele gatão da balada pegou e em txuiú pra tu, fia. Mais desprezado que pobre na fila do SUS. 

Morro de vergonha de ter deixado de lado este cantinho tão tesudo e gostoso. Constato que não posso ser boa pessoa ou de juízo. Um blog tãaao maravilhoso, que já me proporcionou bloqueios no facebook, brigas acaloradas em mesa de bar, lavagem de roupa suja em perfis alheios, boys escândalos pra se agarrar (isto pode ser deixado em Off).

Refletindo. Lavando, limpando e passando o rodo na consciência, cheguei à conclusão que não é justo deixar este tchutchuquinho no vácuo da ingrata solidão, além de negar a vocês aquele barraquinho gostoso de cada dia. Todo ser vivo merece ter o direito do seu Bolsa-baixaria na internet. Nossa luta é por acesso. Acesso às PEORES, mais ESPINHOSAS e CONSTRANGEDORAS situacões do cotidiano dessa classe C maravilhosa que é a minha, a sua, a nossa, e até daquela sua migas que banca a high society no instagram. Quem nunca?
Ps: Se você for classe média, venha rir e se amar.
      SE você é classe A, vem se amar também e me leva pra Paris contigo. <3~ Te amo!

CORRAM PARA AS COLINAS! THE POTARIA NEVER ENDS! <3

Assim, aviso a todos e a todas que estamos de volta. Pra valer. Com mais veneno, menos lamúria. Mais amor e safadeza, menos mau olhado. Só o dinheiro continha o mesmo. Ou seja: NENHUM!
Teremos novidades e reviveremos momentos e ideias legais que já tivemos antes.
Aguardem. Vocês não sabem o que esperam.

Beijos sabor cereja! pra matar a saudade!

Eita que hoje já é Sexta-Feira. GRAZADEUS!
Hoje já é dia de beber, cair e só levantar se for pra ser segurada por um boy gostoso. POR QUE NÃO?!
E, claro, hoje também é dia de se deliciar com mais um post daqui do Bombas. E o texto de hoje foi feito por alguém já conhecida entre nós. Ela já foi uma Cereja, mas agora resolveu ser quenga honesta e deixar a putaria de lado (SQN).

Chegue de volta, Steh, meu amor. <3
Vamos todos pegar uma cerveja e ler esse texto como quem leva uma xapolatada na cara.. porque É EXATAMENTE isso que ocorre. :s

_ * _ *_

Mulheres dominariam o mundo se não se apaixonassem pelos homens.

Autoestima
Autoestima
Autoestima
Em cima Em cima Em cima

Primeiro de tudo, isto aqui não é um manual de como consertar aquele relacionamento ruim que você possui. Este post trata de você aprender a dar a volta por cima e virar a página.

A cereja Silvana me convidou para escrever um texto para o Bombas e, dessa forma, matar a saudades disto tudo aqui.
Recentemente tenho ouvido histórias de mulheres que se decepcionaram quando seus relacionamentos chegaram ao fim (quem nunca?).

                                                           Créditos Imagem: Chapolin Sincero

ACABOU ESSA MERDA!!!

A diferença entre uma mulher e outra é a maneira como, cada uma, lida com isso: O FIM!
Não me pergunte o porquê, mas normalmente sou uma espécie de “conselheira amorosa” nas horas vagas ou enquanto escrevo meu TCC – dependendo da necessidade.

O fato é: decepção é normal, mas perder a autoestima por conta de um relacionamento que não deu certo, ai é outra estória. Então resolvi fazer um top 6 dos pontos mais importantes para orientar você (leitora que está meio perdida ainda) nessas situações decepcionantes.

1ª “Ele terminou comigo, disse que não estávamos nos entendendo mais e que melhor acabar! Eu falei que a gente pode se acertar, que eu podia mudar um pouco e bla bla bla”.

GATA, ele disse tudo: o tempo bom de vocês chegou ao fim, por que levar adiante algo sem futuro? Você, bem lá no fundo, concorda com o que foi dito. E essa história de “eu podia mudar”? STOP neh?! Mudar pra quê? Pra agradar quem? Tente se agradar e ter relacionamentos que te agrade (pronto, falei).

2ª “Eu o amo, graças a Deus ele nunca tocou em mim, mas quando a gente discute ele grita comigo...”.

GRITA? Como assim??? Seu pai sabe disto? Só tenho uma coisa a dizer para esse tipo de mulher que acha que agressão é apenas física: ele já te bateu há muito tempo, te deu uma surra de ignorância e não enxergou o quanto você é paciente e atenciosa com ele. Termina logo essa tortura e vai ser feliz!

3ª “Ele disse que conheceu outra pessoa e que ele nunca amou ninguém assim antes. Me senti um lixo.”

Okay! Foda mesmo! Chore bem muito! Coloque toda sua raiva para fora em lágrimas! Chame as amigas para comer aquele brigadeiro! Tome aquela cachaça e vá à forra! Quando você estiver mais calma pense no seguinte: ninguém é obrigado a me amar da mesma forma que eu não sou obrigada a amar aquele cara chato do meu inbox que fala “oi linda, quando iremos sair?”.  O amor não pode ser por obrigação, se ele diz que ama outra, respeite-o e siga em frente. Acredito mais, acredito que ele ainda foi honesto em te falar, muitos outros nem dariam o cu para você cheirar!

4ª “Ele disse que queria ficar sozinho e curtir a vida, mas no dia seguinte estava em um relacionamento sério no facebook com a vaca do trabalho dele.”.

Chore bem muito! Coloque toda sua raiva para fora em lágrimas! Chame as amigas para comer aquele brigadeiro! Tome aquela cachaça, vá à forra! Chame-a de vaca pelas costas, mas sabendo que – você querendo ou não – essa foi a escolha dele. Azar o dele que te trocou!

5ª “Ele deixou claro que éramos apenas peguete, mas era tão carinhoso comigo, achei mesmo que um dia iríamos namorar.”.

Olha, o homem quando decide ficar com alguém, ele não mede esforços. Se vocês ficaram se pegando por um longo tempo, não deverias ter esperanças disto. Faça o seguinte: da próxima vez que você quiser só um peguete, fique com dois ou mais. Peguetes são bem mais úteis em grande quantidade. Use sempre camisinha. Dessa forma você não se sentirá tão mal. “Mas não consigo fazer isso, pois eu sou certinha...” não é não. Se fosse, não se submeteria apenas a sexo quando a intenção é namorar.

6ª “Éramos melhores amigos, ai rolou um clima, mas depois acabou tudo, inclusive a amizade”.

Vocês se respeitam? Isso que importa. Juntos ou separados, amigos se respeitam. E se para manter esse respeito foi necessário vocês se afastarem, respeite isso. Até a distância faz bem.

Claro que tudo isto aqui é bastante superficial, cada caso tem suas peculiaridades, mas existem coisas que valem para qualquer coisa independente do tipo de relacionamento:

1° Se ame. Pense em como você está se sentindo, se sua relação te faz bem, se respeite. Você precisa de si mesma para conquistar o mundo.

2° Busque felicidade. Nada de viver brigando, ou estressada, ou insegura, esse tipo de coisa só faz mal para a saúde, causam rugas e velhice.

3° Seja linda e confiante. Vá por mim, quando você se arruma do jeito que gosta e sai despreocupada, consegue arrancar muitos olhares e buzinadas. Não é bruxaria. É confiança!

4° Se olhe no espelho e procure suas qualidades. Já bastam as outras pessoas para ficarem catando defeitinhos na gente, neh não?! Jogue na cara delas suas qualidades físicas e intelectuais.

5° Faça o que der na telha. Você gosta de ler, de ir ao cinema, farra com as amigas, domingão na casa da vó, tomar todas nos botecos da cidade, usar short curto? Faça tudo isto! Porque quando não der certo, você não deixará de ter vida social. Muitas pessoas abrem mão de si mesmas e acabam sozinhas.

6° Se cuide. Mude de visual, emagreça, corte o cabelo, pinte as unhas, compre uma roupa nova. Os homens irão correr aos seus pés. 

7° Trabalhe seu psicológico e guarde os bons momentos. Sabe, eu fiquei pensando que em cada relação na qual me envolvi, aprendo coisas, conheci lugares, pessoas, novas posições, enfim. Não joga fora tudo o que construiu esta pessoa que é você, é a sua história!

Beijos sabor Cereja, espero que curtam a vida e o meu post.
Steh ou, carinhosamente, Ritch.  <3 

_*_*_

Então, chuchus, se vocês, assim omo Steh, escrevem e querem que o WORLD conheça o seu talento, ou se só querem postar no Bombas mesmo pra encantar a todos, mandem-nos seu texto que postaremos com todo o tesão do mundo. <3

Beijos sabor Cereja, docinhos de coco.  =*

18:36

Minha vida não é novela mas tô cheia de ESPECTADORES

Esta é uma cereja de Anavlis |

POVO BONITO DO BRASYL, JÁ É 2013! 
Um papa renunciou, o Carnaval se foi, o BBB já acabou, um  homofóbico infeliz desalmado machista e cretino Feliciano assumiu a comissão de direitos humanos, eu me formei e agora sou DYVA e tenho tempo pra destilar veneno e luxúria novamente. MIAAAU! 



Entonce, após um período de recesso na putaria/amargura/safadeza nos trabalhos, por motivos diversos (porque ALGUÉM precisa se formar e trabalhar), eis que a falta de vergonha na cara voltou e este blog delicioso voltará a alegrar os corações sedentos por amor.
Sabendo disso, GERAL já pode tirar a calcinha pra rodar, avisar às bunitãs, aos bofes delícias e à travecaiada que o Bombas de Cereja voltou pelado direto de Tambaba  pra só Amor Prazer e Sedução.  


E nesta volta, vamos falar de sexo? Aliás, vamos falar dessa galera que não copula e só faz incomodar/difamar/invejar/atrapalhar quem está 'muito bem, obrigada' com suas atividades físicas aeróbicas do prazer?

Gente que já pegamos metendo o bedelho na nossa vida: Constatar isso.. QUEM NUNCA??!

É impressionante como nós gostamos de acompanhar uma história. Seja uma fofoca, uma novela, um bom livro, um sonho.. vira e mexe nos deparamos curiosos para sabermos o que acontece com fulano e ciclano. Parece que a vida é tão tediosa e enfadonha que sentimos a necessidade de ser expectadores da vida alheia o tempo todo. Mas há gente que é insaciável e ambiciosa. Não se contenta em apenas observar e assistir. PRECISA BANCAR O GILBERTO BRAGA OU O DATENNA PRA INVENTAR OU COMENTAR (respectivamente) OS ACONTECIMENTOS DA VIDA DOS OUTROS. É uma curiosidade e um interesse desmedido pelo o que o outro anda a fazer e com quem.

E essa situação estende-se ainda mais quando o tema do babado é o sexual. A curiosidade pela sexualidade das outras pessoas parece ser o combustível que move a corrente sanguínea de alguns seres humanos. A questão até seria aceitável ou maleável caso os indivíduos em questão permanecessem em sua insignificância e acompanhasse à surdina com quem um ou outro deixa de transar. Mas NÃAAAO! Eles TÊEEM que meter pitaco, a língua ferina e o dedo podre pra apontar o que eles vêem como falha nas atitudes de quem assistem.

- Fulana já 'comeu' metade da faculdade"
- Beltrano tá traindo a namorada há um mês com aquela periguete do estágio dele.
- Ciclana virou 'sapata' e agora 'chupa charque'.
- Fulaninho de tal está se prostituindo e doando o dinheiro pra igreja..
....  (dízima periódica de situações e exclamações ditas pelos expectadores do rabo alheio)


A pergunta é: O QUE CARAMBA TU TEM A VER COM O QUE FULANA, BELTRANO, CICLANA E FULANINHO DE TAL FAZEM, BIXIGA? O corpo é de quem? A gaia vai pra quem? A charque é de quem? Está TE afetando? Estão dando pro teu macho ou tua mulher? É muita preocupação com a sexualidade alheia. MUITA. Um controle desmedido como se a escolha de alguém implicasse significante na vida do preocupado e queixoso. 

Eu não sei se é tédio. Não sei se é inveja. Não sei se é falta do que fazer. Mas sei que com certeza deve ser recalque demais e ignorância mais ainda. Pessoas inteligentes e descoladas estão sempre muito ocupadas com situações interessantes. Livros, trabalhos, projetos, viagens, programações de eventos ou lazer. É só esse povo mal amado e amargurado que sai destilando todo o veneno herdado da serpente do paraíso pelo mundo afora..

Pessoas, procurem uma lavagem de roupa. Vão fazer um exercício físico, tipo correr de costas por 5 km pra vero que acontece. Tentem ser pessoas construtivas, que, onde chegam, todo mundo solta um sorrisão agradecendo aos céus por sua presença. Ser o chato, o detendo da boa moral e dos bons costumes ou da razão não te tornarão bem quisto nem no templo de Silas Malafaia. E se, mesmo assim, você ainda sentir a necessidade de se preocupar com a vida alheia cutucando teu coraçãozinho odioso, compre um livro e passe a dar ibope aos escritores de verdade, às novelas de verdade.

Agora, se tanta condenação e preocupação partem de um cidadão (ã) que está mais podre que pau de galinheiro no motivo em questão, o melhor a se fazer é ignorar tais posicionamentos. Porque não há como levarmos a sério uma pessoa que não faz isso por si mesmo.

Povo, bora fazer uma campanha pela vida? CADA UM CUIDANDO DA SUA e tudo certo e gostoso. o/
_______________________________________

Meus lindos e lindas, espero postar brevemente. Farei, a partir de agora, um esforço para não deixá-los tanto tempo em abstinência por conta do Bombas.
Para isso, se quiser deixar alguma sugestão de tema, de baladinha ou até mesmo de boymagia gato pra gente pegar, curta-nos no Facebook <3 e falem conosco.
Fiquem atentos e eretos porque brevemente teremos uma surpresa promocional pra todox e todax (porque babadinhos de GRATIS todos curtem).


Bem, amores, Beijos Sabor Cereja e até mais. =*

23:11

"A gente mente porque a gente existe"

Esta é uma cereja de Anavlis |


E já dizia o poeta camelô hoje de manhã na feira "A gente mente porque a gente existe"...

                                                   QUEM NÃO???

Convenhamos, vivemos em um mundo onde a mentira e o fingimento são mais praticados que o 69 e a posição da macaca voadora (o que é uma pena e a gente já pode ver que tem algo errado por aí). A gente finge que gosta, finge que não gosta, finge que confia, finge que se importa, finge que não se importa, finge que acredita, finge que está com raiva, finge que não ouviu uma conversa (só pra ouvi-la de novo ou se safar de alguma indiscrição). Tem gente que finge ser honesto. Tem gente que finge ser virgem (né foda?!). Tem gente que finge ser seu amigo (onde é a melhor posição para te dar um bote no cu, quando você menos esperar e te deixar na merda total).Tem gente que finge que não viu, ouviu ou falou. Tem gente que finge até pra si mesmo...



Somos seres fingidores, fingidos e enfingidados. Porém tem gente que vai além. Tem gente que finge em situações onde a verdade deveria ser a posição predileta e o êxtase do prazer. No Amor e no Gozo. 


Alguns poderão dizer: - Ah, Silvana! Quem nunca fingiu uma excitação ou um orgasmo que broche por último (POR EXEMPLO)!!! Mas a questão nem é essa. Obviamente pelo menos em algum momento da sua vida sexual de sarros, amassos, pegações, chupadas e afins, você se mostrou pelo menos um pouco mais empolgado do que de fato estava. Everybody já deve ter soltado um gemidinho meio que a toa, dado uma chupadinha sem tanta vontade assim, ou possivelmente ter gozado com a mesma veracidade que atriz pornô em seus filmes. Quem nunca??? Entretanto a questão é: Por que fazer isso sempre????

Quero deixar claro DE IMEDIATO que isso aqui não é uma crítica pesada. Não é meu fetiche sexual agora condenar quem fez um 69 só pra agradar o parceiro. A questão é: POR QUE sentimos a necessidade de camuflar a nossa real vontade? Por que a gente diz que a nossa amiga está LINDA com aquela maquiagem que assustaria até o próprio curinga? Por que dizemos que amamos quando o que sentimos passa longe de amor? Por que criamos máscaras e cortinas pra esconder o que de fato pensamos e sentimos?

Por fetiche. Por comodismo. Por medo de magoar outra pessoa. Por insegurança. Por safadeza. Por filhadaputice. Por não ter algo mais excitante pra fazer ou uma roupa suja pra lavar.

Infelizmente, alguns acham mais divertido e gostoso atuar descaradamente nessa comédia dramática que é a porra da vida, ao invés de dar a cara pra bater e correr os riscos que assumiu ao colocar pra fora o que verdadeiramente pensa. O que se vê, porém, é gente que com mentiras pequenas, mentiras medianas e mentiras colossais, vão tecendo um tecido falso que só favorece ao seu próprio ego.
 <--- ESSE CARA É DESSES


Por mais que negamos, é hipocrisia assegurarmos que não mentimos e/ou que somos 100% sinceros o tempo todo. NÃO há pessoas 100% sinceras porque simplesmente elas não conseguiriam existir em um mundo temperado com mentiras e com cobertura de falcatruas. Este não é seu habitat. Elas entrariam em extinção. #Certeza. (E se você se ofendeu com esta afirmação, possivelmente é da racinha de "sincero" do parágrafo abaixo. Prossiga na leitura.)

Também não confundamos maus modos, indiscrição e grosseria com sinceridade. Sair esbravejando a sua opinião na cara de alguém não é ser verdadeiro. É ser pedante, grosseiro e inútil intelectualmente. Há modos de se falar o que você acredita ser a verdade, a sua verdade, sem que pra isso você tenha que enfiar o dedo na cara de alguém aos gritos chamando-o de idiota. (Já ouviram falar em ARGUMENTOS??).

O fato é que mentir e omitir funcionam como uma balança que regula os pesos e impede que haja um acidente atômico no nosso cotidiano. Verdade.  Não são todos que estão preparados e vacinados pra lidar com as coisas como ela realmente são. Mas assim como até mesmo remédio pode transformar-se em veneno, a prática da não-verdade também pode ser tão mortal e perigosa quanto duas cartelas de fluoxetina tomadas de uma vez só (Não faça isso. Já fiz e quase tomei no cu).

Menti realmente é necessário? Não haveria uma maneira mais amena de se dizer a verdade sem necessariamente frevar em cima do que a outra pessoa sente/pensa?

Talvez o problema maior não seja de fato o ato de mentir propriamente dito. Mas o PRA QUEM mentimos e o PORQUÊ... 




Beijos Sabor Cereja  e desculpa a ausência de posts. Mas é que tá foda, vei. ¬¬

20:52

Desapego: Por que tão difícil de ter ou lidar?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Minhas delííííííícias, quanto tempo!! Puta que pariu! Tá foda..
Antes de mais nada, quero justificar que este ano está uma puta baixaria. Não tem dado pra coisa alguma. Fazer unha, tomar um café em uma livraria,   tempo pra postar muitas pornografias por aqui, eu tô ligada nisso.
Mas sempre é tempo de matar a saudade de todos e arreganhar bem muito um tema por aqui. E o de hoje se faz necessário. Muito necessário. Há muito tempo algumas amigas têm me procurado pedindo conselhos que sempre terminam neste tópico
É aquele velho VOCÊ PRECISA DE UM GOLE DE ...
                              - Oi, desapego! Se aprochegue, meu dengo! <3

PÔIZÉ! Quem nunca sentiu falta de duas colheres (ou jarras) de desapego em sua vida? Quem nunca achou que estava dando trela demais pra gente errada ou que nem dos cadernos da 3ª série conseguia se desfazer? Eu sim. Mas sempre tomar no cu Jesus me curou. Amém!
Desapego é você desprender-se de algo/alguém/qualquerporra que você se mantém firme, segurando com as duas mãos, mesmo que seu corpo esteja pra fora tomando no quengo. Isso é óbvio. Todos conhecem este conceito. Mas o ato de se desprender de algo que você quer é difícil, hard e difficile. Pois não rola apenas uma atração magnética entre você e o objeto em questão que está te fudendo. Por trás de tudo isso há expectativas, esperanças, e motivos tolos que conseguem fazer com que sua mente doente acredite que YES! YOU CAN se dar bem. Na maioria das vezes, TUDO balela, claro!

                 (Imagem um pouco nada a ver. Mas achei forte e quis colocar BEIJOS)

Então você consegue evoluir e passar de nível. Aprende a se empolgar quando DEVE e esperar, no máximo, apenas ônibus passar na parada. Você finalmente entendeu que é possível e necessário ficar com alguém sem a ideia ilusória de que o lance tem que ir pra frente e vocês farão filhos lindos. Você quer apenas o que pode ser naquele momento. Que evolução, colega! Arrasou muito.. Mas aíiiiiiiiiiiii, eis que você esbarra com pessoas que acreditam que por você ser mulher, carinhosa, meiga e alegre, você é propícia a se apaixonar depois da primeira trepada e daí pra frente nunca mais largar o pé do cara, ligar toda noite pra dizer boa noite, ou cobrar conversar e algo mais. Inicialmente você  não entende. Até porque NÃO TEM como entender, né amiga? O cara muda de repente, sem justificativas. Foge das conversas. Mostra um certo pavor com qualquer doçura que você fala. Se vocês se esbarram em algum lugar, o cu dele gela mais do que o de adolescente que entra em site pornô e a mãe invade o quarto do nada na hora. Você detecta a mudança, porque banana você já não é mais. E em algum momento o otário soltará algo que te fará entender que o imbecil acha que é incrivelmente lindo, gostoso, apaixonante e tem o pênis delicioso o suficiente pra você não conseguir não se apaixonar pelo cidadão. Daí você pensa "Que babaca, vei!". E com razão. Na concepção do animal teu coração é nômade e percorre a vagina e a boca ao mesmo tempo. 

A questão é: Por que  é tão difícil lidar com pessoas desapegadas? Com gente que simplesmente acha mais fácil e legal não depositar expectativas em alguém? Com pessoas que, mesmo que estejam apegadas, são maduras o suficiente de saber que só não podem cobrar do outro as ações que ela queria que ele tivesse? Por que ainda há tanta gente apegada neste mundo?

Tá mais que na hora das pessoas aprenderem a pelo menos não se irritar com o outro só porque ele não está tão empolgado o quanto elas queriam que ele estivesse. Ou de no mínimo entender que cada um tem seu ritmo. Alguns se apegam com a velocidade que cafuçu fala merda, já outros são mais controlados com o que se sentem e precisam de tempo pra se entregar.

A pergunta é: Quanto de desapego você acha que precisa em sua vida?


Beijos Sabor Cereja e bora nos libertar de tudo aquilo que atrasa nossa vida, por favor! \o/

22:47

Jantar pra quê?

Esta é uma cereja de Tracy Cherry |

Quando a mulher prefere sexo primeiro.


Esse é um tabu que assola o sexo feminino. E o masculino também, visto que a tendência mundial masculina é analisar as mulheres com quem marcam um "encontro formal" esperando encontrar uma "moça pra namorar". Não à toa que a maioria dos homens tem uma noção separatista de "mulher pra casar" e "mulher pra curtir" como se fôssemos uma calça jeans que eles experimentam pra ver se não aperta demais o saco. Mas enfim, vamos deixar esses machismos de lado...


Muito mais importante do que dar ou não no primeiro encontro é fazer o que se sente bem no primeiro encontro pra que aja um segundo. Tem mulher que fica bitolada de verdade ao marcar pra sair com alguém: escova o cabelo pra não parecer desleixada; não bota um vestido muito curto ou muito decotado, pra não parecer uma puta; não pinta a unha de vermelho pra não chamar atenção ou não fala sobre a família(!) pra não parecer que tá forçando um compromisso. Primeiro encontro é um ritual tão cheio dos "não podes" que quando a gente de fato tá LÁ nem aproveita direito. Mastiga de boca fechada, toma pouco vinho com medo de ficar bêbada e ainda vai pra casa com aquela sensação que devia ter SIM colocado aquele vestido decotadíssimo porque ao menos o encontro (que, por sinal, foi frustrante) terminava em orgasmos.


Aí pergunto, minhas amigas, e quanto a gente manda todo esse regulamento do first date pra puta que pariu? E quando a gente resolve colocar o salto e a meia arrastão e avisar antes da sobremesa que tá pra business? Qual o problema em preferir uma pizza no motel depois do sexo à um restaurante francês chiquérrimo que nem você nem ele vai saber usar metade dos talheres? É justo ser chamada de puta... porquê gosta de sexo? QUEM QUE LÊ ESSE BLOG NÃO GOSTA DE SEXO????


E vocês, meninos, o fato dela ter aberto as pernas no primeiro encontro torna-a uma puta ou você que é um tremendo machista que não aceita uma mulher que vive intensamente sua sexualidade? Será que ela tem mesmo que cumprir os parâmetros de "mulher pra casar" pra você chamá-la pra um segundo encontro? Ou você que é inseguro porque chamar pro motel não foi uma atitude sua? Ela te assustou?
O fato, meus amores, é que nós, mulheres, quando damos no primeiro encontro não é querendo amarrar alguém pela vagina (até porquê se isso funcionasse toda prostituta era casada). Nem estamos demonstrando carência extrema ou vamos cobrar que você apareça no outro dia com um anel de noivado. Se o encontro foi bom, o papo agradou e ela te achou gostoso e quiser dá pra você, encare sem grilos (a não ser que você não queira dar pra ela, você não é obrigado a nada): antes dela tomar essa atitude ela já tem uma noção muito boa sobre o próprio corpo e o que quer com ele. Os critérios pro segundo encontro nunca devem ser pré-definidos, já que o legal mesmo, pelo menos pra nós, é que tudo seja espontâneo, que surja espontaneamente a vontade de ligar e chamar pra um cinema, ou mesmo uma pizza depois do motel. 
E se você ainda assim acha que mulher que dá no primeiro encontro não é pra casar, filho, eu sinto muito mas você precisa rever seus (pré)conceitos.

17:01

Mulher GG: Gorda e Gostosa

Esta é uma cereja de Tracy Cherry |

Com excessos e sem crise

-Pra quê você tá cozinhando brigadeiro? Não tá vendo como você tá gorda? - Perguntou minha mãe enquanto eu mexia a panela.
-Não, tou ocupada demais sendo feliz, não tenho tempo pra observar essas coisas - Eu respondi.



Estética realmente não é um assunto com o qual eu ocupo o meu tempo. Estética corporal, sabe? A quantidade de celulite que torna a minha bunda uma laranja descascada, as estrias que sobem pelo meu peito, ou a quantidade de pneusinhos que minha barriga forma quanto eu sento. Já fui rata de academia. E de quadra também. Treinava handeball 3 a 4 horas diárias e ainda malhava 2 horas a noite. Tinha pique pra tudo e vivia disposta. Porém infeliz.
É engraçado ser a gordinha da turma e observar como sempre tem aquela amiga que te adora, mas acha que você bem que podia perder uns quilinhos pra aquele vestidinho justo na barriga não ficar tão marcado. Também tem sempre aquele amigo que, na tentativa de levantar sua moral, diz que você não é gordinha, e sim gostosa. Gente, qual o problema em ser gorda? Qual o problema em comer três pães com requeijão e um copo de 500 ml de refrigerante?

-Não é questão de estética ou de beleza, é de saúde.


AAAHHH, VÁ! Conheço pessoas que estão uns 20 kg acima do peso e são mais saudáveis do que muito rato de academia tomador de bomba. Aliás, 20 kg acima do peso de acordo com que padrões? E por quê o fato de ser grande incomoda tanta gente? Na boa, eu acho que é muita inveja. Por quê enquanto nós, gordinhas, estamos sentadas devorando uma pizza de bacon com catupiry acompanhada de uma Coca de 500 ml, as "magralindas" (é, porquê agora na internet a vibe é usar um como sinônimo do outro) estão na fila do Subway esperando pra comer um sanduíche sem graça, com gosto de mato, que desaba quando você desenrola do papel e é impossível comer sem se sujar. 


A imagem que as pessoas, a mídia e até essa abençoada internet, que devia ter espaço para todos os públicos e livre de preconceitos, criam de pessoas, sobretudo garotas, acima do peso chega a ser nojenta. E o pior: nos pintam como nojentas. Poucas vezes vejo blogs populares de "humor" se referir a gordinhas sem fazer chacota, sem humilhações ou sem a célebre "tinha que ser gordinha". 
Vamo parar também com essa história de "gordinha não, gostosa". Repita comigo: eu sou gorda mesmo, porra. Meu manequim é 44, ou 46, ou 52, ou muito mais; tenho muito com o que encher um sutiã e uma cama; como sem culpa e não tenho tempo pra ver o quanto estou gorda porquê estou ocupada demais sendo feliz com meu prato de brigadeiro. 
Até acho mulher magra elegante, não minto. Deve ser ótimo ter pernas compridas e ficar linda até de calça saruel. Ou usar uma camisa branca e não se sentir um bolo de noiva. E, o que deve ser o melhor de tudo, comer sem engordar. Mas não troco o meu excesso de carne pela cintura fina de ninguém pra seguir um padrão que me foi imposto por uma sociedade demente e cheia dos padrões de perfeição que nunca vai alcançar. Ser gorda, ter celulite, estria, pneusinho, seios fartos, coxas grossas e bochechas rosadas é ser mulher de verdade.

Marilyn Monroe usava 44.


Beth Ditto, vocalista da banda The Gossip, nunca teve vergonha do corpo.


Não disse?


Drew Barrymore (á esquerda), estava "acima do peso" quando filmou As Panteras.


Carla Manso, a minha Miss Plus Size predileta (2011), protagonizou um ensaio sensual pra provar que gordinhas podem sim posar nuas.


As lindas da campanha Dove pela real beleza.


E eu, que apesar da cara de mal da foto, sou muito feliz, obrigada.


22:12

Uma dose Oral, por favor.

Esta é uma cereja de Anavlis |

Atenção MULHERIL e Civilização masculina que está na maresia em casa numa Quarta-feira à noite sem porra alguma pra fazer ou ter pra quem ligar. Hoje não é Sexta-Feira mas PODE SER DIA DE MADEIRADA TAMBÉM SE VOCÊ QUISER, ou estou errada?
Antes de mais nada,
Desligue a luz do quarto, ponha aquela música gostosa e vista sua calcinha mais Sexy (pode ser até aquele Fio dental que você ainda não estreou) porque hoje o papo é sobre aquilo que TODAS GOZA GOSTA  (ou quase isso).  O QUÊ? O QUÊ? O QUÊ?

SEXO ORAAAAAAL, mon amour!! 

                                      Tsssssssssssssssssssssssssssssssssss

Não há dúvida alguma que sexo é muito bom. Ele desestressa, tranquiliza, deixa as nossas pernas dormentes (após terem dado umas tremidinhas), e faz muito do bem à Saúde. Sua falta? Aaah! Causa amargura, rancor, corpo tenso, autoestima no Pré Sal e desejos de morte da felicidade alheia. Talvez até câncer..
Só que alguuumas modalidades esportivas sexuais causam uma sensação djiferentxi. Uma sensação melhor. Para uma booooooa parte da ala feminina, bom mesmo é o sexo oral. Por que? É óbvio. Porque é a forma mais fácil e deliciosa de estimular o Clítoris e chegar ao topo do prazer (tente não lembrar de Michele Mello por conta deste termo, Ok?) Ao passo que com a penetração o contato primordial é o vaginal, onde o clítoris é estimulado de maneira secundária, no sexo oral ele é a ESTRELA, o ESPERADO, o ALCANÇADO e SENTIDO.  

Sabendo que atualmente eu não sou lá alguém que esteja mandando ver no assunto, eis que eu saí  vasculhando e interrogando a mulherada sobre O QUÊ elas mais gostam que os bofes realizem em suas coisinhas, e O QUÊ é brochada na certa. 


Vamos aos resultados?


"caralhoo... pera deixa eu pensar! porque oral é a coisa que eu mais gosto!"
(Sentiram a Pressão do desejo da coisa?)


" o cara não é obrigado de jeito nenhum"
Antes de mais nada, é necessário que nós mulheres tenhamos em nossas cabecinhas que, assim como a gente nem sempre tá afim, o carinha também não tem como missão de vida chupar contra a vontade. Ele não tá afim? Relaxa. Divirtam-se de outras formas. Olha, o que não falta nesse mundo são 'brincadeirinhas' pra se fazer a dois. Agora, se ele não quer fazer porque acha nojento ou não curte, é tudo questão de conversas e entendimento. É questão de você convencê-lo que seria legal para ambos este momento íntimo. Eu falei CONVENCER no sentido de MOSTRAR/PROVAR. Não no de OBRIGAR ou fazer CHANTAGEM (seja emocional ou sexual)



"O cara tem que mostrar que gosta do que esta fazendo."
Ou seja, a gente sabe quando o cara está fazendo pra agradar (pois é. Não são apenas as mulheres que cometem este 'delito'). E por mais que a gente reconheça a sua boa ação, é diferente quando se faz por obrigação e quando é por tesãoe  louco de vontade. É a mesma coisa de quando você está louco pra chegar ao céu mas sua companhia não está afim, e mesmo assim faz pra te agradar. Você até goza, mas fica aquele gostinho de 'a roda gigante não completou a volta'.






"o cara saber exatamente onde fica o clítoris." "chupadas com pressão no clitores"
Não adianta. Se você resolve brincar lá embaixo e esquece ou desconhece este cidadão, deu a viagem perdida, meu boy. Nosso prazer não está escondido nos lábios ou no monte pubiano. Se você ainda não sabe onde se localiza o Clítoris, COOOOOORRA para o google, para seu livro de Ciências da 7ª série, ou peça auxílio para uma garota de verdade te ensinar a toca do coelho... Agora, se você já é macaco velho e conhece o caminho, não esqueça de se dedicar a ele. Só não esqueça que mesmo com pressão, você não está chupando uma laranja. Vá com os lábios macios.. sem tanto peso.. Da MESMA forma que você pretende receber. ;)

"Língua + dedo = perfeito"

Quase unanimidade em nossas leitoras. Quer que a mulher sinta prazer? Chupe-a! Quer que ela fique LOKA mano? Chupe-a e toque-a. É totalmente do outro mundo sentir os seus dois pontos mais erógenos sendo estimulados AO MESMO TEMPO. A gente entra em alfa, em transe, em uma porra de dimensão que é alucinante e muito doido. Portanto, para um booom sexo oral não esqueça da língua, nem dos dedos, nem dos lábios, neeem da vontade Fazer.


Além do que elas curtem, as gatas também abriram o verbo sobre o que NÃO se pode fazer neste momento:
"Língua dura: tipo, o cara em vez de usar a língua como num beijo, ele fica com a lingua estirada, dura mesmo, sabe? Deixa-se de aproveitar mil sensações e rapidinho fica incômodo."
"sugar, como se quisesse achar um canudinho surpresa"


Pois é, como vimos, não basta fazer sexo oral em sua parceira tratando o momento apenas como 'preliminar'. Sexo oral não é uma preliminarzinha qualquer. É aquele momento que a gente pensa que a vida é boa e é isso mesmo. 
Se você não gosta do cheiro da coisa, tudo bem.Questão de gosto. Mas não vá pensar que o seu saco cheira a Malbec porque não cheira meeeeeeesmo, viu, gato?


Por fim, encerro esta enquete quentíiiiissima com uma dica de uma de nossas leitoras para um oral gostosinho porque Bombas de Cereja também é CULTURA nesse mundo.

"O do Sorvete, é o UP da pastilha halls.
funciona bem depois da 1ª transa, caso a menina fique um pouco doida, ou sensivel d+
após um banho (fundamental), o parceiro vai la e faz um oral com sorvete, introduz um pouco e trabalha bem.
a sensação é ótima, dormencia um pouco e o geladinho com o quente da situação toda, resultado: ela estará pronta pra mtas outras \O/
todos comemoram"


PEEEEEE eEEEEEEEEEEEEEEEEERAÊ! PARA TUDO!


Você tá sem bofe ou foda fixa pra te proporcionar sorrisos múltiplos. Acalme esse coração, boa moça. O mundo é bão, Sebastião. E graças a DEUS tem gente criativa e generosa nesse mundo o suficiente pra inventar a salvação das mulheres perdidas e abandonadas. Tá vendo essa belezinha aqui do lado? Jogue no Google SQWEEL e corra pra pegar ser cartão de crédito.


 Mas se nem cartão de crédito você tem gata, desculpa mas tu tá fudida mesmo. Terá que se virar a 10 dedos..



Beijos sabor cereja! e bora fazer Amor porque guerra já tem muita gente fazendo.

23:55

A coisificação sexual das pessoas

Esta é uma cereja de Anavlis |


O ser humano difere-se dos outros animas (Sim. Dos outros. Pois também estamos incluídos na seleta lista dos bichos que habitam o globo) por conseguir ter ido além de onde os seus familiares animalescos foram capazes de chegar. Andamos com dois pés, somos bípedes. Conseguimos manusear com os polegares, somos primatas. Somos capazes de pensar e raciocinar, somos racionais. Conseguimos nos masturbar, somos punheteiros.

Porém, alguns de nós devem sentir muita falta e saudade da época em que eram meros Australopithecus, e então resolvem fazer um caminho meia volta volver em reencontro com este nível histórico e intelectual.
Êêêêpa! Por que este papo biológico e histórico aqui no Bombas, Anavlis?
Simples. Puramente pra reafirmar o quanto ainda estamos rodeados de seres subdesenvolvidos em caráter, intelecto, vergonha na cara e racionalidade.

Seguinte. Depois de tantos fatos, casos e ocasos em que você tomou no rabo, você resolve ser bem resolvida, deixar de fazer cu doce, e decide ir direto ao ponto. Para de arrodear igual a cachorro quando quer cagar e fala logo de uma vez pra o cara que você tá afim. Afim de conversar, ou de ver um filme, ou de dançar música cubana ou Kuduro, ou de tomar vinho em um bar mais ou menos, ou de jogar resta um, ou de se pegar e se agarrar mesmo. E isso é muito válido. MUITO VÁLIDO. Ao desembuchar logo tudo de uma vez você economiza tempo e flertes com um lance que pode nem fluir. Imagina só ficar semaaaanas ou meses de conversinha (e só conversinha MÊÊÊSMO) furada com um elemento que só tá masturbando o ego com o climinha de paquera entre vocês? Melhor ser direta e já. 

                                                              "Só tesão. Depois é no litrão."

Aí que isso tinha tudo pra dar certo: você já flertou;  vocês já se pegaram; e a essa altura da corrida de jegue ele já tem  noção do quanto você é linda, beija bem e se garante. Mas então, como eu disse, TIIINHA tudo pra dar certo. TINHA: Verbo de segunda conjugação conjugado na terceira pessoa do singular no Pretérito imperfeito (você já tira por aí) do modo indicativo. Ou seja, deu merda.

Por quê? Porque você resolve sair de casa (Linda. Tá até estreando seu novo sapato Oxford) em um dia de domingo e se depara com o seu mau elemento pendurado, quase devorando, em uma outra garota. Ou então você descobre que o cretino tem namorada, ficante número 1, peguete número 2, e você é a décima quarta aspiração pra comer. Ou o seu primo lhe conta que o cara tá fazendo bingo pra ver quem dá mais pra mexer no pinto dele.

Ué? Mas as pessoas são livres, né não? Cada um pega, come e rumina quem quiser, né isso? NÃO. UMA PORRA! Talvez até seja, quando nos referimos a um pacote de cuscuz e NÃO a PESSOAS! Igualar pessoas ao patamar de um pedaço de carne de charque não é ser livre, é ser FILHO DA PUTA! Querer pegar alguém é normal e necessário. Todos queremos alguém pra nos fazer bem naquele momento. Mas daí a usar as pessoas só pra ter quem comer no fim de semana é cachorrada. Cachorrada no cio.
Se você faz listinha pra ordenar quem vai pegar, problema seu, minha linda. Agora seja MULHER pra assumir que a sua idade mental é de 14 anos e que você ainda compete consigo mesma pra pegar o maior número de caras. Se você só está preocupado em bater seu recorde idiota semanal de números de vaginas comidas, infelicidade sua, meu gato. Porque mais cedo ou mais tarde sua canalhice, filhadaputagem e imaturidade chegarão à vista de alguém que você nunca mais pegará na vida.

NENHUMA mulher é só uma Vagina. NENHUM homem é só o seu pênis. Todos são mais do que o que têm entre as pernas. Têm sorrisos, livros lidos, filmes prediletos, gestos carinhosos, comentários engraçados, músicas lindas que curtem. É uma PENA e uma DESGRAÇA anular tudo isso. Olhar pra alguém e só enxergar ele te comendo ou de 4 pra você penetrar.



A gente deveria parar pra pensar: a gente se queixa tanto da falta de pessoas legais, do quanto o amor é traiçoeiro e serelepe e do quão somos azarados nos assuntos do coração, que talvez nossa preocupação mor deveria ser O QUE andamos fazendo e aprontando com quem talvez poderia nos querer bem. Talvez. Porque realmente, pensando melhor, um ser tão idiota desse não deve valer muito a pena mesmo ao ponto de você sentir um carinho. No máximo, rola um tesão. Depois de comê-los, fica só o nojo.

Como diz a minha Tracy Cherry “O machismo é pior que AIDS. Você nem precisa trepar pra ser vítima.”


Beijos sabor cereja! e COOOOOOORRAM DESSES CRETINOS!!

Subscribe