23:11

Bora falar de Sexo, amor?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Pois é, FÉRIAS! Aquela época gostosa que te permite ter TEMPO para fazer tudo aquilo que a correria do resto do ano faz birra e não deixa. Sair com amigas (os), jogar o corpo no mundo sem rumo, dançar até alcançar o pré-sal do Japão, fazer amor, fazer sexo.. e se você tiver um blog amargo feminino, é época de postar sobre Sexo em uma categoria praticamente abandonada (o que prova o quãããããããããããão movimentada é a vida sexual das autoras do mesmo..).

Mas antes de chegar até a cama propriamente dita (ou o chão, parede, debaixo do tapete, etc.. depende das fantasias do casal..) ficaremos em pé na porta do quarto do chamego. Sim, lindões, deu na telha falar sobre um problema que aflinge muitas mulheres garotas.


Se você já é bem-resolvida em relação a falar com seu parceiro abertamente sobre sexo  (sem nojos, traumas, travas, receios, e vergonha), este texto não é para você, SORTUDA (mas continue lendo já que chegou até aqui..)! Agora, se você (assim como eu, durante um tempo atrás) ainda acha o fim do paraíso de Adão abrir a boca para falar de sexo anal, oral, e etc .. bem, quero TC no reservado aqui contigo, ameega.



Bem, dependendo de sua concepção de mundo, dos valores que absorveu (da igreja, da família, etc), e das experiências pessoais que teve, algumas garotas não se sentem totalmente a vontade para discutir sobre sua sexualidade com o gatão da vez. Entre tantas coisas que passam na mente a mais comum é a VERGONHA. Vergonha de parecer 'puta' demais, vergonha das experiências passadas, vergonha de não ter experiência, vergonha de não saber neeem puxar assunto..  Sem contar dos traumas que ela pode ter tido em relacionamentos passados (ex FDPs que recriminaram a sua (não)experiência..), o que pode ter gerado travas com relação ao sexo.

O que quero falar pra ti, amiga aflita, é que toda essa tua repressão consigo mesma não te ajudará. - Silvana, eu sei disso, é óbvio. Mas o que faço pra deixar de agir assim? - bem, ninguém esquece seus traumas e vence seus medos de uma hora pra outra. É necessário que você vá se permitindo, aos poucos, soltar-se para discutir o que já não te incomoda. 
É importante que haja um elo de confiança com o seu bofe. Não é qualquer homem que aceita de boa e compreender o drama feminino. Se ele não te gostar, colega, achará que é doce ou 'frescura'..

E vocês, homens, podem perceber quando a mulher de vocês está bancando a virgem maria e quando realmente tem problemas em conversar sobre alguns temas. Paciência e compreensão são as melhores amigas para o relacionamento de vocês ir em frente.

O mais importante é você se permitir se conhecer. A partir do momento que se abrir ao até então desconhecido, você poderá direcionar e melhorar sua vida sexual. Até lá, os traumas terão que ser vencidos.
Afinal, não é isso aqui embaixo o que você mais quer, né fofa?


Então, gata, arrase no seu amor e parta pra alegria. Porque se eu, a garota mais travaada do mundo há um tempo atrás, mudei de comportamento e mandei minhas noias pra puta que pariu, por que você não pode fazer o mesmo?

Beijos sabor cereja! e vamos esquentar essa danada, ameeega!

5 Mordidas:

Tracy Cherry disse...

Assustei meu último namorado quando fui falar de sexo e quem travou foi ele =/

Anavlis disse...

Durante muito tempo eu fui travada..

Eudes Barbosa disse...

Eudes na espreita dos posts como um cão a espera do osso rsrs
isso realmente é muiiito comum isso pq o SEXO ainda é tido como tabu por mais que vc ja tenha uma "bagagem" sexual eu posso levantar as maos pro céus e agradecer ter tido uma mãe sem frescura que me explicou o B A BA, coisas como "sexo é muito bom , mas se cuidar é melhor ainda"
entao a menina tem uma experiencia frustrante na 1ª vez q tenta fazer sexo anal e nunca mais quer nem ouvir falar no assunto gatas dependendo do cara fazer algo que vai te dar prazer pode satisfaze-lo muito mais do que ele msm ter um orgasmo ode crer mas pra isso vc precisa se comunicar com o "benzão" pra parada ficar bacana.
e ah proposito como diria Jabor "aquele sexo de circo cheio de acrobacias pode ser muito bom, mas nada se compara a pele, qdo rola o toque pele com pele pode ser um simples "papai e mamãe" e pode ser a melhor da sua vida!
beijos meninas

Yan Santos disse...

Tudo parte do diálogo,um relacionamento já se auto-explica,as pessoas que não querem ler."Relacionamento=Capacidade de relacionar-se, conviver ou comunicar-se com os outros". Conviver,comunicar,sem comunicação não rola.Se um casal faz sexo,pq n falar sobre ele?Se foi bom,se foi apressado,se foi ruim,mas,pode melhorar.Se é pra melhorar a gripe.Tem que haver comunicação.Acho que é isso,até mais. Aprendi tudo isso (sobre comunicação) com minha mãezinha Tracy.

Tracy Cherry disse...

mãe te ama, amor ♥

Postar um comentário

Morda e exploda também.

Subscribe