23:11

"A gente mente porque a gente existe"

Esta é uma cereja de Anavlis |


E já dizia o poeta camelô hoje de manhã na feira "A gente mente porque a gente existe"...

                                                   QUEM NÃO???

Convenhamos, vivemos em um mundo onde a mentira e o fingimento são mais praticados que o 69 e a posição da macaca voadora (o que é uma pena e a gente já pode ver que tem algo errado por aí). A gente finge que gosta, finge que não gosta, finge que confia, finge que se importa, finge que não se importa, finge que acredita, finge que está com raiva, finge que não ouviu uma conversa (só pra ouvi-la de novo ou se safar de alguma indiscrição). Tem gente que finge ser honesto. Tem gente que finge ser virgem (né foda?!). Tem gente que finge ser seu amigo (onde é a melhor posição para te dar um bote no cu, quando você menos esperar e te deixar na merda total).Tem gente que finge que não viu, ouviu ou falou. Tem gente que finge até pra si mesmo...



Somos seres fingidores, fingidos e enfingidados. Porém tem gente que vai além. Tem gente que finge em situações onde a verdade deveria ser a posição predileta e o êxtase do prazer. No Amor e no Gozo. 


Alguns poderão dizer: - Ah, Silvana! Quem nunca fingiu uma excitação ou um orgasmo que broche por último (POR EXEMPLO)!!! Mas a questão nem é essa. Obviamente pelo menos em algum momento da sua vida sexual de sarros, amassos, pegações, chupadas e afins, você se mostrou pelo menos um pouco mais empolgado do que de fato estava. Everybody já deve ter soltado um gemidinho meio que a toa, dado uma chupadinha sem tanta vontade assim, ou possivelmente ter gozado com a mesma veracidade que atriz pornô em seus filmes. Quem nunca??? Entretanto a questão é: Por que fazer isso sempre????

Quero deixar claro DE IMEDIATO que isso aqui não é uma crítica pesada. Não é meu fetiche sexual agora condenar quem fez um 69 só pra agradar o parceiro. A questão é: POR QUE sentimos a necessidade de camuflar a nossa real vontade? Por que a gente diz que a nossa amiga está LINDA com aquela maquiagem que assustaria até o próprio curinga? Por que dizemos que amamos quando o que sentimos passa longe de amor? Por que criamos máscaras e cortinas pra esconder o que de fato pensamos e sentimos?

Por fetiche. Por comodismo. Por medo de magoar outra pessoa. Por insegurança. Por safadeza. Por filhadaputice. Por não ter algo mais excitante pra fazer ou uma roupa suja pra lavar.

Infelizmente, alguns acham mais divertido e gostoso atuar descaradamente nessa comédia dramática que é a porra da vida, ao invés de dar a cara pra bater e correr os riscos que assumiu ao colocar pra fora o que verdadeiramente pensa. O que se vê, porém, é gente que com mentiras pequenas, mentiras medianas e mentiras colossais, vão tecendo um tecido falso que só favorece ao seu próprio ego.
 <--- ESSE CARA É DESSES


Por mais que negamos, é hipocrisia assegurarmos que não mentimos e/ou que somos 100% sinceros o tempo todo. NÃO há pessoas 100% sinceras porque simplesmente elas não conseguiriam existir em um mundo temperado com mentiras e com cobertura de falcatruas. Este não é seu habitat. Elas entrariam em extinção. #Certeza. (E se você se ofendeu com esta afirmação, possivelmente é da racinha de "sincero" do parágrafo abaixo. Prossiga na leitura.)

Também não confundamos maus modos, indiscrição e grosseria com sinceridade. Sair esbravejando a sua opinião na cara de alguém não é ser verdadeiro. É ser pedante, grosseiro e inútil intelectualmente. Há modos de se falar o que você acredita ser a verdade, a sua verdade, sem que pra isso você tenha que enfiar o dedo na cara de alguém aos gritos chamando-o de idiota. (Já ouviram falar em ARGUMENTOS??).

O fato é que mentir e omitir funcionam como uma balança que regula os pesos e impede que haja um acidente atômico no nosso cotidiano. Verdade.  Não são todos que estão preparados e vacinados pra lidar com as coisas como ela realmente são. Mas assim como até mesmo remédio pode transformar-se em veneno, a prática da não-verdade também pode ser tão mortal e perigosa quanto duas cartelas de fluoxetina tomadas de uma vez só (Não faça isso. Já fiz e quase tomei no cu).

Menti realmente é necessário? Não haveria uma maneira mais amena de se dizer a verdade sem necessariamente frevar em cima do que a outra pessoa sente/pensa?

Talvez o problema maior não seja de fato o ato de mentir propriamente dito. Mas o PRA QUEM mentimos e o PORQUÊ... 




Beijos Sabor Cereja  e desculpa a ausência de posts. Mas é que tá foda, vei. ¬¬

20:52

Desapego: Por que tão difícil de ter ou lidar?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Minhas delííííííícias, quanto tempo!! Puta que pariu! Tá foda..
Antes de mais nada, quero justificar que este ano está uma puta baixaria. Não tem dado pra coisa alguma. Fazer unha, tomar um café em uma livraria,   tempo pra postar muitas pornografias por aqui, eu tô ligada nisso.
Mas sempre é tempo de matar a saudade de todos e arreganhar bem muito um tema por aqui. E o de hoje se faz necessário. Muito necessário. Há muito tempo algumas amigas têm me procurado pedindo conselhos que sempre terminam neste tópico
É aquele velho VOCÊ PRECISA DE UM GOLE DE ...
                              - Oi, desapego! Se aprochegue, meu dengo! <3

PÔIZÉ! Quem nunca sentiu falta de duas colheres (ou jarras) de desapego em sua vida? Quem nunca achou que estava dando trela demais pra gente errada ou que nem dos cadernos da 3ª série conseguia se desfazer? Eu sim. Mas sempre tomar no cu Jesus me curou. Amém!
Desapego é você desprender-se de algo/alguém/qualquerporra que você se mantém firme, segurando com as duas mãos, mesmo que seu corpo esteja pra fora tomando no quengo. Isso é óbvio. Todos conhecem este conceito. Mas o ato de se desprender de algo que você quer é difícil, hard e difficile. Pois não rola apenas uma atração magnética entre você e o objeto em questão que está te fudendo. Por trás de tudo isso há expectativas, esperanças, e motivos tolos que conseguem fazer com que sua mente doente acredite que YES! YOU CAN se dar bem. Na maioria das vezes, TUDO balela, claro!

                 (Imagem um pouco nada a ver. Mas achei forte e quis colocar BEIJOS)

Então você consegue evoluir e passar de nível. Aprende a se empolgar quando DEVE e esperar, no máximo, apenas ônibus passar na parada. Você finalmente entendeu que é possível e necessário ficar com alguém sem a ideia ilusória de que o lance tem que ir pra frente e vocês farão filhos lindos. Você quer apenas o que pode ser naquele momento. Que evolução, colega! Arrasou muito.. Mas aíiiiiiiiiiiii, eis que você esbarra com pessoas que acreditam que por você ser mulher, carinhosa, meiga e alegre, você é propícia a se apaixonar depois da primeira trepada e daí pra frente nunca mais largar o pé do cara, ligar toda noite pra dizer boa noite, ou cobrar conversar e algo mais. Inicialmente você  não entende. Até porque NÃO TEM como entender, né amiga? O cara muda de repente, sem justificativas. Foge das conversas. Mostra um certo pavor com qualquer doçura que você fala. Se vocês se esbarram em algum lugar, o cu dele gela mais do que o de adolescente que entra em site pornô e a mãe invade o quarto do nada na hora. Você detecta a mudança, porque banana você já não é mais. E em algum momento o otário soltará algo que te fará entender que o imbecil acha que é incrivelmente lindo, gostoso, apaixonante e tem o pênis delicioso o suficiente pra você não conseguir não se apaixonar pelo cidadão. Daí você pensa "Que babaca, vei!". E com razão. Na concepção do animal teu coração é nômade e percorre a vagina e a boca ao mesmo tempo. 

A questão é: Por que  é tão difícil lidar com pessoas desapegadas? Com gente que simplesmente acha mais fácil e legal não depositar expectativas em alguém? Com pessoas que, mesmo que estejam apegadas, são maduras o suficiente de saber que só não podem cobrar do outro as ações que ela queria que ele tivesse? Por que ainda há tanta gente apegada neste mundo?

Tá mais que na hora das pessoas aprenderem a pelo menos não se irritar com o outro só porque ele não está tão empolgado o quanto elas queriam que ele estivesse. Ou de no mínimo entender que cada um tem seu ritmo. Alguns se apegam com a velocidade que cafuçu fala merda, já outros são mais controlados com o que se sentem e precisam de tempo pra se entregar.

A pergunta é: Quanto de desapego você acha que precisa em sua vida?


Beijos Sabor Cereja e bora nos libertar de tudo aquilo que atrasa nossa vida, por favor! \o/

22:47

Jantar pra quê?

Esta é uma cereja de Tracy Cherry |

Quando a mulher prefere sexo primeiro.


Esse é um tabu que assola o sexo feminino. E o masculino também, visto que a tendência mundial masculina é analisar as mulheres com quem marcam um "encontro formal" esperando encontrar uma "moça pra namorar". Não à toa que a maioria dos homens tem uma noção separatista de "mulher pra casar" e "mulher pra curtir" como se fôssemos uma calça jeans que eles experimentam pra ver se não aperta demais o saco. Mas enfim, vamos deixar esses machismos de lado...


Muito mais importante do que dar ou não no primeiro encontro é fazer o que se sente bem no primeiro encontro pra que aja um segundo. Tem mulher que fica bitolada de verdade ao marcar pra sair com alguém: escova o cabelo pra não parecer desleixada; não bota um vestido muito curto ou muito decotado, pra não parecer uma puta; não pinta a unha de vermelho pra não chamar atenção ou não fala sobre a família(!) pra não parecer que tá forçando um compromisso. Primeiro encontro é um ritual tão cheio dos "não podes" que quando a gente de fato tá LÁ nem aproveita direito. Mastiga de boca fechada, toma pouco vinho com medo de ficar bêbada e ainda vai pra casa com aquela sensação que devia ter SIM colocado aquele vestido decotadíssimo porque ao menos o encontro (que, por sinal, foi frustrante) terminava em orgasmos.


Aí pergunto, minhas amigas, e quanto a gente manda todo esse regulamento do first date pra puta que pariu? E quando a gente resolve colocar o salto e a meia arrastão e avisar antes da sobremesa que tá pra business? Qual o problema em preferir uma pizza no motel depois do sexo à um restaurante francês chiquérrimo que nem você nem ele vai saber usar metade dos talheres? É justo ser chamada de puta... porquê gosta de sexo? QUEM QUE LÊ ESSE BLOG NÃO GOSTA DE SEXO????


E vocês, meninos, o fato dela ter aberto as pernas no primeiro encontro torna-a uma puta ou você que é um tremendo machista que não aceita uma mulher que vive intensamente sua sexualidade? Será que ela tem mesmo que cumprir os parâmetros de "mulher pra casar" pra você chamá-la pra um segundo encontro? Ou você que é inseguro porque chamar pro motel não foi uma atitude sua? Ela te assustou?
O fato, meus amores, é que nós, mulheres, quando damos no primeiro encontro não é querendo amarrar alguém pela vagina (até porquê se isso funcionasse toda prostituta era casada). Nem estamos demonstrando carência extrema ou vamos cobrar que você apareça no outro dia com um anel de noivado. Se o encontro foi bom, o papo agradou e ela te achou gostoso e quiser dá pra você, encare sem grilos (a não ser que você não queira dar pra ela, você não é obrigado a nada): antes dela tomar essa atitude ela já tem uma noção muito boa sobre o próprio corpo e o que quer com ele. Os critérios pro segundo encontro nunca devem ser pré-definidos, já que o legal mesmo, pelo menos pra nós, é que tudo seja espontâneo, que surja espontaneamente a vontade de ligar e chamar pra um cinema, ou mesmo uma pizza depois do motel. 
E se você ainda assim acha que mulher que dá no primeiro encontro não é pra casar, filho, eu sinto muito mas você precisa rever seus (pré)conceitos.

17:01

Mulher GG: Gorda e Gostosa

Esta é uma cereja de Tracy Cherry |

Com excessos e sem crise

-Pra quê você tá cozinhando brigadeiro? Não tá vendo como você tá gorda? - Perguntou minha mãe enquanto eu mexia a panela.
-Não, tou ocupada demais sendo feliz, não tenho tempo pra observar essas coisas - Eu respondi.



Estética realmente não é um assunto com o qual eu ocupo o meu tempo. Estética corporal, sabe? A quantidade de celulite que torna a minha bunda uma laranja descascada, as estrias que sobem pelo meu peito, ou a quantidade de pneusinhos que minha barriga forma quanto eu sento. Já fui rata de academia. E de quadra também. Treinava handeball 3 a 4 horas diárias e ainda malhava 2 horas a noite. Tinha pique pra tudo e vivia disposta. Porém infeliz.
É engraçado ser a gordinha da turma e observar como sempre tem aquela amiga que te adora, mas acha que você bem que podia perder uns quilinhos pra aquele vestidinho justo na barriga não ficar tão marcado. Também tem sempre aquele amigo que, na tentativa de levantar sua moral, diz que você não é gordinha, e sim gostosa. Gente, qual o problema em ser gorda? Qual o problema em comer três pães com requeijão e um copo de 500 ml de refrigerante?

-Não é questão de estética ou de beleza, é de saúde.


AAAHHH, VÁ! Conheço pessoas que estão uns 20 kg acima do peso e são mais saudáveis do que muito rato de academia tomador de bomba. Aliás, 20 kg acima do peso de acordo com que padrões? E por quê o fato de ser grande incomoda tanta gente? Na boa, eu acho que é muita inveja. Por quê enquanto nós, gordinhas, estamos sentadas devorando uma pizza de bacon com catupiry acompanhada de uma Coca de 500 ml, as "magralindas" (é, porquê agora na internet a vibe é usar um como sinônimo do outro) estão na fila do Subway esperando pra comer um sanduíche sem graça, com gosto de mato, que desaba quando você desenrola do papel e é impossível comer sem se sujar. 


A imagem que as pessoas, a mídia e até essa abençoada internet, que devia ter espaço para todos os públicos e livre de preconceitos, criam de pessoas, sobretudo garotas, acima do peso chega a ser nojenta. E o pior: nos pintam como nojentas. Poucas vezes vejo blogs populares de "humor" se referir a gordinhas sem fazer chacota, sem humilhações ou sem a célebre "tinha que ser gordinha". 
Vamo parar também com essa história de "gordinha não, gostosa". Repita comigo: eu sou gorda mesmo, porra. Meu manequim é 44, ou 46, ou 52, ou muito mais; tenho muito com o que encher um sutiã e uma cama; como sem culpa e não tenho tempo pra ver o quanto estou gorda porquê estou ocupada demais sendo feliz com meu prato de brigadeiro. 
Até acho mulher magra elegante, não minto. Deve ser ótimo ter pernas compridas e ficar linda até de calça saruel. Ou usar uma camisa branca e não se sentir um bolo de noiva. E, o que deve ser o melhor de tudo, comer sem engordar. Mas não troco o meu excesso de carne pela cintura fina de ninguém pra seguir um padrão que me foi imposto por uma sociedade demente e cheia dos padrões de perfeição que nunca vai alcançar. Ser gorda, ter celulite, estria, pneusinho, seios fartos, coxas grossas e bochechas rosadas é ser mulher de verdade.

Marilyn Monroe usava 44.


Beth Ditto, vocalista da banda The Gossip, nunca teve vergonha do corpo.


Não disse?


Drew Barrymore (á esquerda), estava "acima do peso" quando filmou As Panteras.


Carla Manso, a minha Miss Plus Size predileta (2011), protagonizou um ensaio sensual pra provar que gordinhas podem sim posar nuas.


As lindas da campanha Dove pela real beleza.


E eu, que apesar da cara de mal da foto, sou muito feliz, obrigada.


22:12

Uma dose Oral, por favor.

Esta é uma cereja de Anavlis |

Atenção MULHERIL e Civilização masculina que está na maresia em casa numa Quarta-feira à noite sem porra alguma pra fazer ou ter pra quem ligar. Hoje não é Sexta-Feira mas PODE SER DIA DE MADEIRADA TAMBÉM SE VOCÊ QUISER, ou estou errada?
Antes de mais nada,
Desligue a luz do quarto, ponha aquela música gostosa e vista sua calcinha mais Sexy (pode ser até aquele Fio dental que você ainda não estreou) porque hoje o papo é sobre aquilo que TODAS GOZA GOSTA  (ou quase isso).  O QUÊ? O QUÊ? O QUÊ?

SEXO ORAAAAAAL, mon amour!! 

                                      Tsssssssssssssssssssssssssssssssssss

Não há dúvida alguma que sexo é muito bom. Ele desestressa, tranquiliza, deixa as nossas pernas dormentes (após terem dado umas tremidinhas), e faz muito do bem à Saúde. Sua falta? Aaah! Causa amargura, rancor, corpo tenso, autoestima no Pré Sal e desejos de morte da felicidade alheia. Talvez até câncer..
Só que alguuumas modalidades esportivas sexuais causam uma sensação djiferentxi. Uma sensação melhor. Para uma booooooa parte da ala feminina, bom mesmo é o sexo oral. Por que? É óbvio. Porque é a forma mais fácil e deliciosa de estimular o Clítoris e chegar ao topo do prazer (tente não lembrar de Michele Mello por conta deste termo, Ok?) Ao passo que com a penetração o contato primordial é o vaginal, onde o clítoris é estimulado de maneira secundária, no sexo oral ele é a ESTRELA, o ESPERADO, o ALCANÇADO e SENTIDO.  

Sabendo que atualmente eu não sou lá alguém que esteja mandando ver no assunto, eis que eu saí  vasculhando e interrogando a mulherada sobre O QUÊ elas mais gostam que os bofes realizem em suas coisinhas, e O QUÊ é brochada na certa. 


Vamos aos resultados?


"caralhoo... pera deixa eu pensar! porque oral é a coisa que eu mais gosto!"
(Sentiram a Pressão do desejo da coisa?)


" o cara não é obrigado de jeito nenhum"
Antes de mais nada, é necessário que nós mulheres tenhamos em nossas cabecinhas que, assim como a gente nem sempre tá afim, o carinha também não tem como missão de vida chupar contra a vontade. Ele não tá afim? Relaxa. Divirtam-se de outras formas. Olha, o que não falta nesse mundo são 'brincadeirinhas' pra se fazer a dois. Agora, se ele não quer fazer porque acha nojento ou não curte, é tudo questão de conversas e entendimento. É questão de você convencê-lo que seria legal para ambos este momento íntimo. Eu falei CONVENCER no sentido de MOSTRAR/PROVAR. Não no de OBRIGAR ou fazer CHANTAGEM (seja emocional ou sexual)



"O cara tem que mostrar que gosta do que esta fazendo."
Ou seja, a gente sabe quando o cara está fazendo pra agradar (pois é. Não são apenas as mulheres que cometem este 'delito'). E por mais que a gente reconheça a sua boa ação, é diferente quando se faz por obrigação e quando é por tesãoe  louco de vontade. É a mesma coisa de quando você está louco pra chegar ao céu mas sua companhia não está afim, e mesmo assim faz pra te agradar. Você até goza, mas fica aquele gostinho de 'a roda gigante não completou a volta'.






"o cara saber exatamente onde fica o clítoris." "chupadas com pressão no clitores"
Não adianta. Se você resolve brincar lá embaixo e esquece ou desconhece este cidadão, deu a viagem perdida, meu boy. Nosso prazer não está escondido nos lábios ou no monte pubiano. Se você ainda não sabe onde se localiza o Clítoris, COOOOOORRA para o google, para seu livro de Ciências da 7ª série, ou peça auxílio para uma garota de verdade te ensinar a toca do coelho... Agora, se você já é macaco velho e conhece o caminho, não esqueça de se dedicar a ele. Só não esqueça que mesmo com pressão, você não está chupando uma laranja. Vá com os lábios macios.. sem tanto peso.. Da MESMA forma que você pretende receber. ;)

"Língua + dedo = perfeito"

Quase unanimidade em nossas leitoras. Quer que a mulher sinta prazer? Chupe-a! Quer que ela fique LOKA mano? Chupe-a e toque-a. É totalmente do outro mundo sentir os seus dois pontos mais erógenos sendo estimulados AO MESMO TEMPO. A gente entra em alfa, em transe, em uma porra de dimensão que é alucinante e muito doido. Portanto, para um booom sexo oral não esqueça da língua, nem dos dedos, nem dos lábios, neeem da vontade Fazer.


Além do que elas curtem, as gatas também abriram o verbo sobre o que NÃO se pode fazer neste momento:
"Língua dura: tipo, o cara em vez de usar a língua como num beijo, ele fica com a lingua estirada, dura mesmo, sabe? Deixa-se de aproveitar mil sensações e rapidinho fica incômodo."
"sugar, como se quisesse achar um canudinho surpresa"


Pois é, como vimos, não basta fazer sexo oral em sua parceira tratando o momento apenas como 'preliminar'. Sexo oral não é uma preliminarzinha qualquer. É aquele momento que a gente pensa que a vida é boa e é isso mesmo. 
Se você não gosta do cheiro da coisa, tudo bem.Questão de gosto. Mas não vá pensar que o seu saco cheira a Malbec porque não cheira meeeeeeesmo, viu, gato?


Por fim, encerro esta enquete quentíiiiissima com uma dica de uma de nossas leitoras para um oral gostosinho porque Bombas de Cereja também é CULTURA nesse mundo.

"O do Sorvete, é o UP da pastilha halls.
funciona bem depois da 1ª transa, caso a menina fique um pouco doida, ou sensivel d+
após um banho (fundamental), o parceiro vai la e faz um oral com sorvete, introduz um pouco e trabalha bem.
a sensação é ótima, dormencia um pouco e o geladinho com o quente da situação toda, resultado: ela estará pronta pra mtas outras \O/
todos comemoram"


PEEEEEE eEEEEEEEEEEEEEEEEERAÊ! PARA TUDO!


Você tá sem bofe ou foda fixa pra te proporcionar sorrisos múltiplos. Acalme esse coração, boa moça. O mundo é bão, Sebastião. E graças a DEUS tem gente criativa e generosa nesse mundo o suficiente pra inventar a salvação das mulheres perdidas e abandonadas. Tá vendo essa belezinha aqui do lado? Jogue no Google SQWEEL e corra pra pegar ser cartão de crédito.


 Mas se nem cartão de crédito você tem gata, desculpa mas tu tá fudida mesmo. Terá que se virar a 10 dedos..



Beijos sabor cereja! e bora fazer Amor porque guerra já tem muita gente fazendo.

23:55

A coisificação sexual das pessoas

Esta é uma cereja de Anavlis |


O ser humano difere-se dos outros animas (Sim. Dos outros. Pois também estamos incluídos na seleta lista dos bichos que habitam o globo) por conseguir ter ido além de onde os seus familiares animalescos foram capazes de chegar. Andamos com dois pés, somos bípedes. Conseguimos manusear com os polegares, somos primatas. Somos capazes de pensar e raciocinar, somos racionais. Conseguimos nos masturbar, somos punheteiros.

Porém, alguns de nós devem sentir muita falta e saudade da época em que eram meros Australopithecus, e então resolvem fazer um caminho meia volta volver em reencontro com este nível histórico e intelectual.
Êêêêpa! Por que este papo biológico e histórico aqui no Bombas, Anavlis?
Simples. Puramente pra reafirmar o quanto ainda estamos rodeados de seres subdesenvolvidos em caráter, intelecto, vergonha na cara e racionalidade.

Seguinte. Depois de tantos fatos, casos e ocasos em que você tomou no rabo, você resolve ser bem resolvida, deixar de fazer cu doce, e decide ir direto ao ponto. Para de arrodear igual a cachorro quando quer cagar e fala logo de uma vez pra o cara que você tá afim. Afim de conversar, ou de ver um filme, ou de dançar música cubana ou Kuduro, ou de tomar vinho em um bar mais ou menos, ou de jogar resta um, ou de se pegar e se agarrar mesmo. E isso é muito válido. MUITO VÁLIDO. Ao desembuchar logo tudo de uma vez você economiza tempo e flertes com um lance que pode nem fluir. Imagina só ficar semaaaanas ou meses de conversinha (e só conversinha MÊÊÊSMO) furada com um elemento que só tá masturbando o ego com o climinha de paquera entre vocês? Melhor ser direta e já. 

                                                              "Só tesão. Depois é no litrão."

Aí que isso tinha tudo pra dar certo: você já flertou;  vocês já se pegaram; e a essa altura da corrida de jegue ele já tem  noção do quanto você é linda, beija bem e se garante. Mas então, como eu disse, TIIINHA tudo pra dar certo. TINHA: Verbo de segunda conjugação conjugado na terceira pessoa do singular no Pretérito imperfeito (você já tira por aí) do modo indicativo. Ou seja, deu merda.

Por quê? Porque você resolve sair de casa (Linda. Tá até estreando seu novo sapato Oxford) em um dia de domingo e se depara com o seu mau elemento pendurado, quase devorando, em uma outra garota. Ou então você descobre que o cretino tem namorada, ficante número 1, peguete número 2, e você é a décima quarta aspiração pra comer. Ou o seu primo lhe conta que o cara tá fazendo bingo pra ver quem dá mais pra mexer no pinto dele.

Ué? Mas as pessoas são livres, né não? Cada um pega, come e rumina quem quiser, né isso? NÃO. UMA PORRA! Talvez até seja, quando nos referimos a um pacote de cuscuz e NÃO a PESSOAS! Igualar pessoas ao patamar de um pedaço de carne de charque não é ser livre, é ser FILHO DA PUTA! Querer pegar alguém é normal e necessário. Todos queremos alguém pra nos fazer bem naquele momento. Mas daí a usar as pessoas só pra ter quem comer no fim de semana é cachorrada. Cachorrada no cio.
Se você faz listinha pra ordenar quem vai pegar, problema seu, minha linda. Agora seja MULHER pra assumir que a sua idade mental é de 14 anos e que você ainda compete consigo mesma pra pegar o maior número de caras. Se você só está preocupado em bater seu recorde idiota semanal de números de vaginas comidas, infelicidade sua, meu gato. Porque mais cedo ou mais tarde sua canalhice, filhadaputagem e imaturidade chegarão à vista de alguém que você nunca mais pegará na vida.

NENHUMA mulher é só uma Vagina. NENHUM homem é só o seu pênis. Todos são mais do que o que têm entre as pernas. Têm sorrisos, livros lidos, filmes prediletos, gestos carinhosos, comentários engraçados, músicas lindas que curtem. É uma PENA e uma DESGRAÇA anular tudo isso. Olhar pra alguém e só enxergar ele te comendo ou de 4 pra você penetrar.



A gente deveria parar pra pensar: a gente se queixa tanto da falta de pessoas legais, do quanto o amor é traiçoeiro e serelepe e do quão somos azarados nos assuntos do coração, que talvez nossa preocupação mor deveria ser O QUE andamos fazendo e aprontando com quem talvez poderia nos querer bem. Talvez. Porque realmente, pensando melhor, um ser tão idiota desse não deve valer muito a pena mesmo ao ponto de você sentir um carinho. No máximo, rola um tesão. Depois de comê-los, fica só o nojo.

Como diz a minha Tracy Cherry “O machismo é pior que AIDS. Você nem precisa trepar pra ser vítima.”


Beijos sabor cereja! e COOOOOOORRAM DESSES CRETINOS!!

23:57

Ser ou não ser a (o) outra (o): eis a questão!

Esta é uma cereja de Anavlis |

Meus gostosos (como se eu tivesse alguma coisa nessa vida..)!!
Bora de post de leitor? Bora?
E o texto de hoje é da lindona da Jana
Vamo lá?


Quem nunca se envolveu com alguém comprometido que atire a primeira pedra... Bom, se você que lê isso nunca se meteu em uma história cabeluda dessas, meus parabéns, você salvou todos e todas do inferno em uma única tacada, golpe de mestre! O que me faz crer que ainda há salvação. ALELUIA!
Mas, eu juro que queria entender o que se passa pela cabeça do ser humano quando resolve engatar numa situação como essa, porque convenhamos se tem mais a perder do que a ganhar, concorda?
Acho que tudo começa após aquela primeira decepção de menininha, que sempre fantasia o seu amor chegando em um cavalo branco, o tal príncipe encantado e SOLTEIRO que tanto pediu a Deus em suas preces, mas o destino vai e te prega uma peça e de tanto esperar a chegada do príncipe, você acaba se acostumando com os sapos que cruzam seu caminho e muitos desses, são exemplos dessa situação que atinge a sociedade em massa, esse fato da modernidade, que eu dou o nome de: caso com pessoas comprometidas(os). E como quem não tem cão, caça com gato, você engata nessa história e nessa brincadeirinha eis que o (im)provável acontece, e você se vê apaixonada(o) por um alguém que já tem alguém, veja  que merda. O que se faz numa hora dessas?
Te dou quatro opções:
a( )     Se atira de um precipício
b( )     Se afoga na bacia mais próxima
c( )     Enche a cara até não aguentar mais
d( )     Faz de conta que não sabe de nada, paga de desentendido (a)
E porque não botei a opção “pula fora”, simples, porque a pessoa que escolheria essa alternativa com certeza já morreu ou virou santa (o), então, fiquemos só com essas quatro mesmo. Se você escolheu a letra “d”, meus parabéns, você e 90% da população optou pela mesma saída, porque a conclusão é a seguinte: já que ta no inferno, o negocio é abraçar o capeta! E vamos combinar que pagar de desentendido nos tempos atuais, é até muito natural.





Ai, você evita de todas as formas esse envolvimento, dizendo aquele não quero com som de: “ME LEEVE PRO PRIMEIRO MOTEL E FAÇA AMOR LOUCAMENTE COMIGO, NEM QUE SEJA SÓ POR ESSA NOITE!” E sabe por que você escolhe fazer isso? Porque dar uma de desentendido (a) é muito mais fácil do que desperdiçar uma chance de dormir com o homem/mulher da sua vida, só por causa de um compromisso que você nem sabe se é duradouro. Afinal, você ta na disputa agora! E vai teimar em acreditar que quanto mais ele (a) se envolver com você, maiores são suas chances de mandar a (o) oficial pro clube dos encalhados mais próximo que existir ou pro inferno, como você preferir.
Só que o mal disso tudo é que, por mais que você fique fingindo um certo tempo que está tudo bem, que é uma situação normal, não é! Ficar entre duas pessoas é algo que incomoda demais! E outro fato muito relevante nisso e que quase ninguém pensa é que se tem uma terceira, é provável que tenha uma quarta, quinta, sexta e dai em diante. Porra, quem não respeita nem algo que chama de “sério”, como é que vai respeitar então qualquer outra coisa? É possível então confiar em alguém que comete uma traição alegando coisas do tipo:
·        Ta desgastado
·        Caiu na rotina
·        Eu já não sinto mais a mesma coisa
Meu irmão, se não sente, deixe! Seria tão mais adulto fazer isso! E aí não da pra definir quem é errado na história toda, então a culpa é de quem já ta no barco e quem inventou de embarcar horas depois, porque sabia e se sabia, tem consciência de todas as consequências que lhe vão cair. Céus e terras passam a desabar a partir do momento que se começa algo assim e não é brincadeira.
Por isso, começarei a listar uma série de coisas que vão começar a desgastar esse seu novo romance que você acredita de dedos cruzados, olhos fechados e todas as outras macumbas que se conhece que este vai ser diferente, que com você ele (a) vai ter tudo o que precisa:
a)     Você nunca sabe se pode ligar (ele/ela pode estar por perto)
b)     Você tem que cruzar com o (a) fulaninho (a) na balada e ver que ele ta com a figura no maior love. (encha a cara, cidadão, só se aguenta ver isso depois de muito bêbado)
c)      Você ta subindo pelas paredes, quase em abstinência sexual, mas não pode ficar com outros, porque acha que ta em um relacionamento “sério” e vai ser fiel até o fim. (Enquanto ele/ela ta em casa, usando o Kama Sutra pra aprimorar mais o sexo)
d)     Você dispensa o maior gato (a), aquele (a) que você sempre quis pegar, por conta do outro (a). (Bom, nessa hora ele/ela pode ta com a terceira, quarta, quinta...)
e)     Você se priva de todas as coisas. (Enquanto ele/ela vai pros melhores lugares, provavelmente com a (o) oficial)
f)        Começam as cobranças (Pronto, a merda tá feita!)
E outra série de coisas que você que já viveu um lance desses, vai saber direitinho do que se trata.
Me diga então, diante de tantas coisas contra uma relação dessas, você ainda quer continuar? Meu senhor, minha senhora, por onde anda sua autoestima? Sim, eu disse autoestima mesmo, porque com toda certeza, você não precisa se dispor a uma relação a três, onde só você se lasca, por acreditar que não pode ter um amor docinho só seu! Eu vou ser ainda mais menininha e dizer que aquela história de que toda panela tem sua tampa é real, não fique se achando a frigideira. Você ainda vai encontrar o seu príncipe SOLTEIRO, acredite!
Isso tudo é uma questão muito complexa e eu não saberia dizer o que é o certo a ser feito em uma situação como esta, cada caso é um caso e cada cabeça é um mundo! Mas eu diria que relacionamentos com pessoas comprometidas sempre ensinam muita coisa, e a mais importante é a não se relacionar de novo! Aprenda, essa é uma lição que você vai querer levar pro resto da vida.


Beijos sabor cereja!

19:28

Somos todas vadias!

Esta é uma cereja de Tracy Cherry |


Simples assim!

Em Recife, no dia 26 de maio de 2012, às 14h com concentração na Praça do Derby, acontecerá a II Marcha das Vadias. No mesmo dia e na mesma hora, o mesmo evento acontecerá em outras cidades do Brasil (e você confere a lista de cidades clicando AQUI). Inevitavelmente, estamos todas e todos com os ânimos alterados pelo evento e por toda a repercussão que tivemos na mídia e em redes sociais pelo uso de expressões chocantes para anunciar nosso movimento. Como essa que escrevi no cartaz abaixo:


(Minha amiga Jéssika, muito linda, na Marcha do ano passado)

Além disso, não faltaram pulmões pra gritar que A PORRA DA BUCETA É MINHA ou MEU CORPO, MINHAS REGRAS, e é sob esse aspecto libertário que colocamos nosso movimento, nossos corpos e nossas caras nas ruas. Ser vadia é protestar contra essa violência que mata uma mulher a cada 5 minutos no Brasil. É reivindicar que mantenham o rosário longe dos nossos ovários. É reivindicar identidade e soberania sobre nossos corpos e mentes. É abominar ser tratada como sexy toy em comercial de cerveja ou blogs de "humor". É se revoltar quando temas como ESTUPRO são abordados em "piadas". É gritar que o culpado pelo estupro é o estuprador, não o tamanho das nossas saias ou a quantidade de álcool que bebemos. É querer ser autora ou eleitora atuante quando o assunto é uma política dirigida a nós, aos nossos corpos. É escolher pra quem dar. É respeitar outras mulheres, independente de serem uma Meryl Streep ou uma Walesca Popozuda. É ser julgada pelo caráter, e não pela quantidade de pessoas que trepamos por mês. Ou por dia. Ou até mesmo não ser julgada, já que o corpo pertence somente a nós mesmas. É ser respeitada independente de estar vestindo um short ou uma burca. Ou nada! É não ser um monte de carne  rebolativa no background de um programa dominical de auditório. Ou um assado numa travessa com uma maçã na boca nas estampas de camisetas dos misóginos (esses, aliás, não devem respeitar nem a mãe). É dividir o cuidado dos nossos filhos por igual com nossos namorados/noivos/maridos. É poder chegar em casa tarde do barzinho, dar um beijo no marido e nos filhos e não ser condenada nem por eles nem pela sociedade por isso. 
Nem deus, nem pai nem pátria. Nós decidimos!
Sou minha. Só minha. E não de quem quiser.

Repetindo:
Marcha das Vadias - Recife
26 de maio de 2012. 14h. Concentração na Praça do Derby.
Vá. Leve seus filhos. O marido. Os pais. Essa luta é de todos nós!

Beijos sabor cereja!

11:12

2° CaCHÁça de Cerejas. Vem gente!

Esta é uma cereja de Anavlis |


Povo bonito do Bombas,
Povo que nos acompanha desde os primórdios quando éramos 4 amargas e que depois passamos a ser  2..
Povo Que fica na espreita por cada postagem que nós realizamos,
Povo que não foi para o nosso primeiro Chá de Cerejas ocorrido no fatídico e ingrato ano de 2011..
Eis que surge a oportunidade de TODOS COMEMORAR e SE ENCONTRAR no nosso SEGUNDO Chá de Cerejas. Sim. Pois essa suruba de Blog neste sábado completa 1 ANO DE DELÍCIAS. E o que a gente poderia fazer? Reunir a galera de todas as Cohab's, becos, travessas e esquinas para juntos bebermos, rirmos, falar putaria e amarguras (porque ninguém é obrigado) e, quem sabe, formarmos casais (porque ninguém é de ferro).
Onde e quando será o babado? A resenha será sábado 12/05/2012 e começará às 18:30 no Bar Novo Pina, Rua da Moeda, Recife Antigo. Ali pertinho, geente!
Perdeu o primeiro Chá? Então dá uma olhada num resumão do primeiro!



Ficou a fim? Então vamo, gente!
E só de pensar que tudo começou com um papo sobre sexo no pátio da faculdade...


Beijos sabor cereja!

09:22

Tracy Cherry Whitney ♥

Esta é uma cereja de Anavlis |

Hoje é 25 de Abril.
Eu poderia fazer um post sobre gaia, sexo, piriguete, cafuçu, ou aquele cara gato muito comestível. Poderia sim, porém não quero. Não quero porque hoje o melhor post que eu poderia fazer seria um em homenagem à minha sincera grande amiga rouca ♥

Who is she?


Sim, gostosos! Hoje a idealizadora desta putaria deste blog, Tracy Whitney, está aniversariando. 
Há extatos 22 anos, Dona Adjailma jogava no mundo uma criança rouca que já tava mandando todo mundo se fuder na sala de parto.
Convicta, verdadeira, rockeira, amiga.. não querria transformar esse texto em um mero puxasaquismo. Mas é difícil quando se trata de alguém que tem permanecido sempre ao meu lado. Pessoalmente, depois que conheci Tracy, descobri o porquê daquele lance que muita gente diz que "o verdadeiro amIgo te xinga, bate, defende, acusa.. mas NUNCA te abandona. Se possível, se joga com você de um precipício. Mas jamais te deixa pra trás sozinho." Quantos xingamentos de rapariga, burra, criança, idiota e iludida eu já levei dela? TODOS e além! Quantas vezes já brigamos e ela mandou eu me foder? VÁRIAS! E em quantos momentos ela tomou minhas dores, chorou comigo, se emputeceu pelo mesmo motivo que eu e permaneceu ao meu lado? SEMPRE! Porque Tracy é verdade e DE verdade. Ela é o que sente, pensa, bebe, fuma e fala. Não se intimida de ser seu cabelo escuro, vermelho, azul, curto ou pelo ombro. Não se envergonha dos seus gostos e vontades. Não se intimida com a ignorância alheia ou a incapacidade dos outros em defender ou até mesmo entender suas Lutas. Ela é o seu exército. O seu general. O seu Deus.

Feminista, antihomofóbica, antiqualquer outra merda que limite o poder de liberdade de alguém ou de quem for. Ela jamais se cala diante de uma estupidez que fere seus valores, suas convicções, suas crenças. Medo? Ela também tem. Ela teme a falta de amor, a ignorância, qualquer forma de discriminação ou o mal de quem ela devota sentimentos verdadeiros.

Defeitos? Claro! Tem aqueles dignos de qualquer Taurino com ascendente em escorpião, e mais os que vieram de brinde com a bagagem de vida que ela contruiu. Totalmente aversa a qualquer violência, o seu '-vai tomar no cu' é o seu fuzil mais potente. Sua indiferença é a bomba atômica que todos deveriam fugir..

Por ela, eu tenho admiração, afeto, amor, respeito e gratidão. Mesmo que eu fizesse uma coletânea de posts aqui no bombas, ou uma tatuagem, ou um menage, nada seria suficiente pra expressar o quanto a nossa amizade importa! ♥


Bem, povos, além de mim, outras duas pessoas também resolveram deixar aqui uma mensagem para a nossa Cherry.



Geibson Caetano

Hoje é niver do meu amor, “amor da minha vida” estou muito feliz de comemora essa data ao seu lado, um dia especial, e é também o 1 ° de muitos nivers que viram pela frente, e vamos comemorar todos. TE AMO MUITO...





Jéssika Alves
eu escrevi um texto de 50 mil frases pra você hoje, meu amor. mas depois, parei pra olhar, e vi que nem que eu escrevesse 10 mil livros eu ia conseguir te dizer o quanto eu te amo, o quanto te quero bem, e o quanto eu sou grata a você por TUDO que a gente já passou juntas.
eu não preciso dizer pra ninguém, o que você já sabe na pele, que a gente é irmã de alma, que nunca foi possível duas pessoas tão diferentes se amarem tanto, e se darem tão bem. recortar nossas diferenças, tomar cerveja junta, falar palavrão no bar, chorar pitanga e falar mal de ex namorado.
eu acho que poucas pessoas no mundo me conhecem tão bem quanto você, e apesar de me esculhar me chamando de alternativa de merda, nada se compara a sua companhia nas nossas tardes de bar e de cumplicidade.
hoje, mais do que todos os dias, eu quero te desejar toda sorte, toda luz,
e mais, TODA FORÇA do mundo, pra que a gente continue sempre juntas nessa caminhada dura, de aguentar imbecis machistas, de sofrer com falta de dinheiro, de querer morrer de cólica, de se revoltar com esta sociedade doente, mas de nunca, nunca perder a piada e vontade de viver.
hoje, eu só quero te dizer aqui, pra que todo mundo saiba, o quanto tua amizade é fundamental na minha vida, o quanto ela nunca vai deixar de estar presente,
ainda que a vida nos separe temporariamente fisicamente. o longe e o perto são relativos, e meu coração NUNCA vai estar longe de você.

te amo, irmã.


feliz aniversário.
 

Pois bem, Cherry, todos nós te amamos. E, de verdade, o niver é seu mas presenteados somos NÓS por te ter em nossa vida. Amo vocÊ, meu doce! ♥ 

E a gente vive junto
E a gente se dá bem
Não desejamos mal a quase ninguém
E a gente vai à luta

E conhece a dor
Consideramos justa   
 Toda forma de amor 
(Lulu Santos sobre nós e nosso amor)

Beijos sabor cereja!  ;*

23:22

Romance à distância: E aí, vei?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Meu povo! Minhas delícias! Que saudade, neah? Há quanto tempo que vocês não se deliciam com novidades aqui no Bombas? Sim. Muito. E eu sei. Tanto que eu já tô ligada que de lá pra cá vocês já trocaram de foda fixa, arrumaram um trampo.. etc.
Pois bem. Voltamos. E voltamos com um tema que deeeesde que criamos o Bombas eu era afim de falar sobre:
ROMANCINHOS À DISTÂNCIA!! Mas eu segurei o cu e me calei. E eis que hoje me aparece aquela delícia do Davi sugerindo que eu escrevesse a respeito. E acato sua opinão. MAI LÓGICO. Até porque eu Só não postei antes porque... porque... porque.. DEIXA PRA LÁ!!

Então, você vai para aquele congresso louco de OBA OBA com o único intuito de ser de todo mundo e todo mundo ser seu também. Ou então você conhece aquele amigo TUDO do seu primo que viajou com ele pra cá. Ou até mesmo você tem a capacidade de conhecer um bofe da net. Conhecer gente nova é legal.. conversar sobre assuntos diferentes e ouvir opiniões também diferentes é melhor ainda..
Mas aí começa aos poucos rolar um clima. Um furduncinho. Aí você pega o bofe na última cultural do congresso. Ou o amigo do seu primo depois da quadrilha. Ou o bofe viaja até você pra vocês fazerem bem muito sexo.
A ficada foi ótima. Vocês super combinaram e se deram bem. 

                              Lindo né? Seria muito mais se você não tomasse no rabo, na maioria das vezes.

Mas nessa parte do sonho o congresso acaba e vocês voltam pra suas terras, o amigo do primo pega o caminho do burro também, e o bofe da net volta a ser o bofe da net de sempre.
Mas vocês gostaram tanto dos momentinhos juntos que continuam se falando.. flertando.. imaginando..
Vocês conversam até por carta e pombo correio. Gostam das mesmas músicas. Lêem os mesmos autores. Não têm falsos pudores. Cara! Por que mesmo essa pessoa mora longe? Por que Murphy é tão filho da mãe? Por que você não pode simplesmente trocar aquela sua vizinha idiota por seu paquerinha do outro lado do mundo?

Até que chega aquele momento crucial que vocês não sabem o que fazer com o apego. E existem dois caminhos: 1) Arriscar e começar um relacionamento esperando que a GOL arrase e seja solidária em suas promoções ♥♥; 2) ou constatar que o babado não tem como dar certo e colocar um ponto final 'VAMOS SER AMIGOS E PRONTO' no esquema.
Muito fácil, né? Porra! Nem tanto. Nem sempre. Quem dera fosse..
Porque até vocês chegarem a uma conclusão (e olhe lá se forem os dois..), muita água escorre, muita expectativa rola, e muitos créditos de celular acabam.

Namorar, ficar, flertar, qualquer porra que seja, à distância não deixa de significar carência. LÓGICO! NEM OUSE NEGAR!! Pois sim. QUEM em sã consciência trocaria alguém legal que está na sua cama por outro alguém legal que está na casa do cacete? Pois é, amigo. Você está sem ninguém. Sentindo-se só.. aí aparece aquela pessoa cujo único defeito é  nacasa de pantanha. Por que não chavecar e deixar rolar? Até certo ponto é saudável e legal manter uma paquerinha longe. Causar aqueles momentos de flerte, desejo..  Mas quando você começa a adentrar na estrada que leva à paixão ou ao amor, você tá prestes a se fuder de verdade.
Por que? Porque na maioria das vezes um brinca enquanto o outro se engana. Um gosta da 'presença' do outro enquanto este outro trocaria qualquer coisa pela PRESENÇA daquele. Um está apenas satisfazendo sua carência momentânea enquanto o outro se apaixona. Eu sei que isso parece uma generalização ou algo depressivo, mas é a verdade. Nos raros casos que essa porra vai pra frente é porque os DOIS se gostavam. OS DOIS se queriam de verdade (não só pra uma masturbação). OS DOIS não estavam apenas masturbando sua carência com o afeto do outro.

Para começar um rolinho à distância você precisa ter noção de pelo menos O QUÊ você quer e até ONDE o casinho pode chegar. Não comece no jogo achando que o prêmio é casar, ter filhos e completar bodas de diamante. Se quer se envolver, tenha a noção que pode dar certo, mas pode MAIS AINDA dar em merda e você levar um fora em plena noite de NATAL!

Portanto, meus amores, se aparecer um esqueminha desse pra vocês, aproveitem. Mas aproveitem muito sabendo que é apenas um flerte, uma conquista. Não surte e comece a imaginar o olhinho dos futuros filhos de vocês só porque ele falou que você é incrível. Vocês podem conversar, flertar, se desejar, e até se encontrar algumas vezes. Por que não? Mas isso não signiifica que a história de vocês é de novela ou que casarão, terão filhos e morrerão de mãos dadas.

Por isso, queridos, abram suas mentes, seus olhos e deixem seus corações LIVRES para viverem e se envolverem desprendidos de expectativas que só farão mal. Não esperem levar um fora na NOITE DE NATAL pra ficar esperto, tá ligado?

Beijos sabor cereja! pra vocês, SEUS LINDOS!

18:45

Amargura feminina pela Rejeição: Why?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Não é apenas amargura..Somos mulheres. Somos lindas, intensas, verdadeiras, e nos entregamos até as últimas consequências. Somos mulheres. Toleramos idiotas, aguentamos desaforos, sofremos injúrias. Somos mulheres. 


E NÃO sabemos lidar com um fora ou uma rejeição masculina. FATO!

"Comassim Silvana?" (pergunta a que prefere se fazer de desentendida)
Simples, moça. Lembra daquele teu ex do Fiat azul que era um idiota (você sabia disso) e que te deu um fora com a desculpa esfarrapada de que você era muita coisa pra ele? Ou daquele carinha do cursinho de espanhol que se esquivou de ir ao cinema contigo? Ou então daquele vizinho da tua prima que nunca retornou uma ligação tua e muito menos demonstrou interesse por tua pessoa?
Então, O que eles têm em comum além do fato de terem te ignorado ou feito a Egipsia com o teu interesse? Foram chamados trocentas vezes de filhos da puta, canalhas, idiotas.. e a sorte deles é que praga nem sempre pega. Porque senão já teriam no mínimo das oferendas tido impotência, sido capados, ou  comidos pelo satanás.

Meninas, sejamos sinceras. NÃO conseguimos lidar com o fato de levar um 'não' na fuça. E a culpa nem é toda nossa. Essa sociedade idiota faz com que nós cresçamos com a ideia ultrapassada de que DEVEMOS ser cortejadas pelos homens O TEMPO TODO. E isso não é bom quando a gente tenta reverter a situação porque os próprios homens muitas vezes não conseguem encarar o fato de ser o 'objeto de conquista' da vez. Pensem comigo. Eles também crescem com o mundo infiltrando em sua cabeça que eles devem seduzir, conquistar.. consequentemente eles adquirem uma capacidade melhor em lidar com negativas, uma vez que se acostumam a nem sempre serem 'aceitos' pelas divas que cortejam.

Sintetizando: É como se homem estivesse acostumado a levar o não das mulheres. E isso nem sempre os ofende porque eles passam a vida toda 'caçando' e lidam com muitos foras ao longo do percurso. Enquanto quando somos NÓS as ignoradas, o mundo cai, entra em guerra, explode e o restinho vai pra puta que pariu. 

Quer um exemplo?
Se numa festa o carinha pedir um beijo e a menina negar, ele sairá de boa e procurará outra pra sarrar (cacete! até rimou). Enquanto, em determinados casos (não todos porque provavelmente haverá as meninas que não se sentiriam incomodadas com a situação) se a mulher for pedir um beijo pra o bofe e ele negar, será como se ela tivesse levado um kame rame rá na cara.

Por que?
Porque nossa auto estima é ferida. E não só ela. Todo o nosso mundinho que está acostumado a ser o 'centro' das atenções desaba e a gente sente como se fosse a mulher mais horripilante do universo. Como se tivéssemos algum problema grave em algum aspecto. Ficamos procurando razões pra aquele idiota não ter nos quisto. E como na maioria das vezes não encontramos justificativa, adivinhem qual o melhor a se fazer?
Isso. Claro! Chamá-lo de idiota, filho de rapariga (o que não deveria ser ofensa), canalha, traste, delinquente, punheteiro, imaturo, cocô do capeta.. desejar que ele contraia AIDS, sífilis, gonorreia, varíola, gripe suína, candidíase, febre tifoide, hemorroida, câncer de próstata, câncer de pênis, câncer no cérebro, câncer no dedo mindinho, que morra.. mas que SOFRA MUITO antes disso. MUITO.


                                                  (Quem nunca?)

Conheço garotas que não se identificarão com esse post assim como muita gente não se identificou com o post de cafuçú que eu fiz porque não eram cafuçús. Mas é a vida. Existem muitas mulheres que não assimilam bem a ideia de uma rejeição masculina. Que ficam se perguntando o porquê daquele 'vamos ser amigos que é melhor' ou do 'eu não te mereço' ou então 'estou sem tempo pra m relacionamento'. E, de boa, se você é dessas, não minta ou esconda esse estado pra morrer santa.. não mesmo!
Acredite que realmente o carinha pode estar certo. Que você pode ser muita coisa pra aquele imbecil. Mas também entenda que da MESMA MANEIRA que você NÃO é obrigada a beijar QUALQUER UM na balada, os homens TAMBÉM NÃO são. É tudo uma construção social de que eles devem a todo instante provar a sua 'masculinadade' (igual àquela de que a gente não pode chegar em um cara pra dizer que tá afim).


Beijos sabor cereja!  

Subscribe