19:27

Ato de Repugnância!

Esta é uma cereja de Anavlis |

Pois é, amigos leitores, gostaria muito de poder postar o texto do Sexta é dia de Madeirada sobre 'Desculpas esfarrapadas de fora' que estamos devendo. Gostaria muito de continuar falando de putaria. Porém diante dos fatos que vêm ocorrendo o Bombas de Cereja não poderia se omitir. Jamais poderia ficar calado diante de tanta falta de respeito perante as liberdades de manifestação e expressão as quais , segundo a Constituição de 88, TODOS NÓS temos direito.




Temos visto o quanto a nossa liberdade ainda é tripudiada e penetrada pelo cu (contra a sua vontade). Essa mesma polícia que bate em trabalhador e estudante é a mesma que ABRE AS PERNAS para traficante. Recebe com muito bom grado a ordem de usar seus cacetetes na cabeça de quem tenta fazer essa porra de país melhor do que a merda que é. Até parece que esses infelizes vivem em uma bolha alheia ao restante de exploração que todos sofremos diariamente. Gostaria muito de presenciar tamanha 'competência' em realizar seu trabalho quando o alvo não são aqueles que seguram livros, mas sim os que usam armas para golpearem o lixo de segurança pública que nos empurram goela abaixo.


      "Se você é capaz de tremer de indignação a cada vez que se comete uma injustiça no mundo, então somos companheiros." (Guevara)

Quem não se emputeceu com a tirania dos policiais diante do grupo de estudantes da USP? Dos estudantes do Piauí (perante um aumento nas passagens de ônibus? Dos professores do Ceará? Dos nossos amigos que levaram bomba de efeito moral nas costas em pleno centro do Recife? Do massacre ocorrido ontem no Pinheirinho-SP? Perante os fatos, pergunto: ATÉ QUANDO os movimentos sociais serão tratados nesse país como casos de Polícia? ATÉ QUANDO cagarão para as lutas de quem NÃO SUPORTA MAIS tanta injustiça social? ATÉ QUANDO as melhorias das condições de vida dos mais humildes só servirão e importarão apenas para DADOS? ATÉ QUANDO nós, estudantes, seremos encarados como arruaceiros, maconheiros (pejorativamente), desocupados e vagabundos, por essa mídia maldita e imunda?


Engana-se quem pensa que todos esses conflitos se deram por conta da prisão de três estudantes com maconha, de estudantes desocupados que gostam de fazer baderna, de professores que exigem salários IMPOSSÍVEIS e sem merecimento, ou de invasores de terras privadas. Os problemas vão além. Além do que o governo consegue alcançar com a sua cegueira eterna para a educação e os problemas sociais de nossas cidades; além do que quem está de fora também não consegue ver; além do que essa mídia SAFADA quer que os ALIENADOS saibam. Sou universitária, assim como os alunos da USP. Sou inconformada com alguns problemas da minha universidade, assim como os da USP. Sou revoltada com a ambição e a exploração dessas grandes empresas de transportes públicos, assim como os moradores das cidades que têm esses serviços. Sou uma futura formada professora de português e NÃO ME CONFORMO com o desrespeito perante uma profissão que é a MÃE E O PAI das outras, assim como os professores do Ceará. Já saí na rua em protesto e sofri e vi truculência de PM, assim como os moradores do Pinheirinho. Já fui chamada de vagabunda por quem estava na sua calçada, inerte aos problemas que também O atinge, não só a mim. Por isso sei e repito que NÃO. Essa mídia horrorosa NÃO me fará de Idiota. E SIM. A luta de TODOS esses que falei TAMBÉM É MINHA! Também é SUA!





A gente tenta ACREDITAR que tudo vai melhorar. A gente tenta ter orgulho do país. A gente tenta FAZER ALGUMA COISA ( se não for protestando e levantando bandeiras de luta, é estudando pra tentar melhorar essa porra). Mas não adianta. É só botada no cu. São só mais motivos de você se entristecer e enfurecer até se desesperar em ver taanta canalhice, corrupção e FALTA DE RESPEITO PELA DIGNIDADE HUMANA. Cadê a constituição quando diz que TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI?? A verdade é que todos são iguais deesde que pertençam a mesma classe social..


Os tempos passaram. O regime político mudou. Mas a INTOLERÂNCIA e o DESRESPEITO, por parte daqueles que diferente de outrora agora podem ficar 'temporariamente' no poder, contra os estudantes, continuam.
É, ainda somos tratados como bandidos. Ainda somos tratados como vagabundos, por não nos contentarmos em apenas trabalhar enquanto CONHECEMOS e REJEITAMOS a ignorância e a nojeira que assola esse sistema imundo.
Não podemos sair às ruas. Não podemos ir às praças gritar e tentar chegar aos ouvidos daqueles que TAMBÉM precisam entender e levantar-se diante de tantos abusos. Não podemos prosseguir em vias com mãos soltas, corações livres e mentes abertas a dialogar.
Querem que aceitemos tudo calados. Estupram a nossa educação para que assim consigam fechar as nossas mentes para o entendimento e a consciência. Infelizmente, de alguns eles conseguem.. Mas contra aqueles que deixam suas mentes livres e desprendidas de apatia e comodismo, só os resta mesmo usar de bombas, tiros e uma violência injusta.
Lutam contra os estudantes quando seu verdadeiro inimigo deveria ser a IGNORÂNCIA que eles fingem tentar combater.



Não é hora de criticar quem fica em seu Facebook 'revolucionando' por compartilhamentos. Não é hora de ficar de punheta com as juventudes de outros partidos, com as juventudes sem partidos, com as juventudes que estão cagando pra partidos. É hora de tentar mostrar força. Não é hora de ficar inerte. E sim ao fim nada disso adiantar, é hora de plantarmos em nosso peito e juízo o quanto precisamos de mais vozes para gritar a mesma palavra de ordem.

"Ser jovem e não ser revolucionário é uma contradição genética."
- Guevara 

21:47

Meu amado Status ♥♥♥

Esta é uma cereja de Anavlis |

(Dedico este post principalmente a DUAS pessoas da minha faculdade que nem sabem que me inspirei nelas)

A cena a seguir tem se tornado absurdamente freqüente a cada dia. Duvido nada que esteja acontecendo neste exato momento em algum metro quadrado espalhado por aí. Inclusive no decorrer do post tenho certeza que carapuças servirão, grunhidos de mal amada e mal comida se multiplicarão, e visitarei a puta que pariu e tomarei no cu zilhões de vezes. Eu sei ;*

Os pombinhos mais lindos do mundo estão juntos (tanto faz se estão abraçados, trepando, em um jantar romântico, saindo da sessão do cinema, ou se ele está na casa do caraleo e ela na puta que pariu. O importante é que haja acesso à internet).

- Quer namorar comigo, boneca?  (OK. Cortem o ‘boneca’ e insiram aqui qualquer pedido mimimi de namoro..)

-  Ain, pera (vai até o PC, o tablet, o celular, QUALQUER COISA que acesse a internet e muda o status do relacionamento)  Pronto, amor da minha vida. Já estamos namorando. Já podemos nos chamar de apelidos fofuchos caretas nas redes sociais. Já podemos fingir que Eros nos acertou e nos amamos como se não houvesse amanhã. Nem importa se não nos conhecemos o suficiente e nossa relação é mais superficial que a voz do Pelanza ou os dentes do Gugu. O que vale é que não estamos encalhados e temos um relacionamento sério para mostrar na internet e causar inveja a muita gente.


De boa, antes que cheguem gritos até aqui em casa me chamando de invejosa, amargurada e qualquer outra merda, deixo claro que não tenho absolutamente algo contra começos de relacionamento (até porque se você encontrou alguém que te faça bem e que vocês se gostem de uma maneira recíproca, têm mais é que ficar juntos mesmo), nem com atualizar seu status do seu perfil na rede (principalmente se a sua metade da laranja for insegura e/ou fizer total questão dessa medida). Eu super já comecei um relacionamento dessa mesma maneira da cena. Respondi ao pedido de namoro atualizando o já comido, cremado, enterrado e exorcizado Orkut (óbvio que teve todo um contexto para isso). Porém o que me estranha, emputece e me faz criar asco é a forma como muitas pessoas têm levado essa resenha de status de relacionamento a sério demais. Namoram apenas para enfeitar  perfil e não se passar por uma encalhada que está sozinha por opção... DOS HOMENS.

                                                                       Namoros mais Fakes que essa foto...

Desconhecem o real sentido e objetivo de namorar. Não esperam consolidar a relação, identificar quais sentimentos os movem no momento, e muito menos se os dois realmente têm algo em comum o suficiente para compartilharem de momentos e experiências felizes e edificantes para ambos. Esquecem da delícia que é se envolver por um tempo com alguém sem ter a idéia presumida de começar a namorar já após a segunda ida ao cinema ou trepada. Quando pensam que não, os dois percebem que o mais legal é começar logo uma relação que já foi previamente testada. Já sabem o quanto o outro é capaz de escancarar um sorriso em seu rosto, como beija bem, qual seu estilo, e quais defeitinhos já mostrou ter. Não será 100% surpreendido no decorrer da relação.

O problema é estarem pulando todo esse processo. O processo de se conhecer de verdade. De semear sementinhas que poderão se consolidar como raízes fortes e resistentes. Reduzem todo esse processo a meras 3 sessões de cinema (quando muito), quatro trepadinhas, e uns dias como ficantes. PRONTO! Já foi o suficiente para começar um relacionamento (às vezes sem pé nem cabeça) e achar que essa pessoa é ideal para saciar suas ânsias do momento.
O resultado dessa ejaculação precoce? Relacionamentos de fachada. Relacionamentos fadados a briguinhas e picuinhas sem motivo. Aquele vai e vem ridículo no namoro. Relacionamentos que duram um mês, ou uma semana, ou um dia, ou uma briga apenas. Relacionamentos FAKES em que as fotinhas de beijaços e abraços com legendas de juras de amor eterno são apenas um photoshop que mascara o quanto eles não se merecem,  mas perseveram nessa punheta por medo da solidão. Ou do famigerado ‘ciclano está solteiro’.

Por isso, meu amigo e minha querida, se vocês namoram apenas para estampar um RELACIONAMENTO SÉRIO no seu face, ou por temer ficar só, ou por qualquer outro motivo besta, só me resta algo a lhe dizer: Vá crescer. Vá entender que o importante não é estar com alguém de maneira preestabelecida mas sim saber que a qualquer momento você poderá ter este alguém sempre que os dois desejarem. Vá aprender a se curtir e não precisar de outras pessoas para saciar a sua carência. Vá se amar o suficiente para evitar se exibir em um papel ridículo como o dessas pessoas que nunca passam mais que 2 meses de namoros estúpidos e infantis.

                                                     O importante é você fazer valer a pena e ser de verdade (y)

Podem me chamar de idiota platônica, até porque eu sou mesmo (aliás, podem me chamar do que quiserem mas lembrem que a porra desse blog é meu e eu posto o que eu quiser), por acreditar que NAMORAR é mais do que exibir um status, ter alguém pra comer quando sentir vontade ou saciar qualquer carenciazinha sua.
E se mesmo depois de ler tudo que escrevi você ainda acha que é despeito, inveja ou sei lá o que, faça o seguinte, camarada: ENFIE SEU STATUS NO CU, VÁ PRA PUTA QUE PARIU E VÁ LUTAR PRA SEU ROLO DAR CERTO.

Beijos sabor cereja! 

20:56

2000 e Dose \o/

Esta é uma cereja de Anavlis |

E quem sobreviveu a 2011 empine a bunda o/ 
Que ano foi esse, hen gente? 
Se você levou um fora em plena Ceia de Natal, perdeu o emprego, deu o botão ao namorado da sua tia, ou pegou um traveco ou cafuçu por engano (nem sei como alguém faz isso), está na hora de criar vergonha, hen querida?
Todo começo de ano é a mesma coisa mesmo: Planos, metas, e expectativas.
*Vou parar de fumar
*Vou emagrecer
*Vou largar o #ponhaaquionomedoindivíduo
*Vou deixar de ser ciumenta, otária, himen complacente, esperançosa, iludida, amargurada, pobre e baranga.
*Vou arrumar um emprego novo e mandar meu chefe dar uma chupadinha no jumento.
*Vou fazer uma TUIA DE COISA E MUDAR DA ÁGUA PRO VINHO.
Mas aí, colega, o tempo passa, você vai pra puta que pariu mas não vai pra onde queria em pleno dia 01 de Janeiro.
Por isso, o Bombas de Cereja te dará uma ajudinha. Mudar, na maioria das vezes, não faz mal a ninguém. Longe disso, te torna melhor e mais feliz consigo mesma. 
Precisando de dicas para voltar a se amar como outrora? Aquele fora em pleno dia 24 te deixou na merda? Está desempregada e sem dinheiro pra comprar calcinhas novas? Quer voltar a se sentir segura e confiante da sua capacidade de abalar e causar? Aqui irão alguns passos iniciais para tornar você, e consequentemente seu 2012, bem melhor, coração.

- Ame-se e fique bonita pra você.
Lembra daquela dieta que há tempos você adia? Daquela entrada pra academia que você prolonga mais que namorada pra perder a virgindade? Daquela mudada no cabelo que você sempre sonhou? Então, o momento é esse. Começos de ano costumam nos dar um pique a mais para fazer tudo diferente e arriscar em coisas que antes a gente temia. Se você acha que pode ficar mais feliz com sua aparência, não hesite em fazer essa mudança. Dieta te emagrece, academia te torneia, e cabelo cresce (se der merda). Não há com o que se preocupar. Você é a pessoa que mais deve se importar consigo mesma, que mais deve se amar. E se você não fizer isso, colega você tá fudida porque ninguém fará por você.. Não emagreça porque seu namorado pediu. Faça isso por você. Pela mulher linda e atraente que você , ou deve ser. Sem dúvida alguma olhar para o espelho e se ver mais radiante te deixará mais disposta a encarar o novo ano.

- Controle suas emoções e atos para não ser controlada por eles.
É chavão, porém é muito verdade. Lembre-se das ceninhas de ciúmes sem razão que você estrelou, dos surtos sem sentido que te fizeram sair de si, e de qualquer outra emoção que te fizeram parecer sequer ter um cérebro pra usar. Sentimentos são foda. Vêm não sei de onde só pra atazanar nossa vida e nos meter em enrascadas. Ma isso só acontece quando não assumimos nossa função de autocontrole. Controlar-se não é guardar tudo enjaulado e ir se sufocando aos poucos. Mas sim pesar e ponderar pra analisar se tais situações merecem ser levadas a sério. E se merecem, pensar qual a MELHOR maneira de agir. Perder o controle só te torna mais fraca. Assuma com você mesma o compromisso de contar pelo menos até 100 quando parecer que algo te tirará do sério. A maioria das pessoas (inclusive esta que vos fala) não canaliza o que sente, confunde as coisas, e acaba enfrentando dilemas que nem teriam acontecido se tivessem pensado mais um pouquinho. Que tal tentar ligar o seu 'em descanso' , hen?

- Não faça do Amor uma dor.
OK. Não há fórmulas matemáticas, físicas, químicas ou mágicas para evitar quebrar a cara. Contudo algumas vezes é possível a gente se esquivar de relacionamentos e pessoas que só nos farão sofrer. Pra começar, tente eliminar a ideia de que você NECESSITA de estar com alguém pra se sentir bem e feliz. Você nasceu só, mamou só, caga só, ninguém come pra você, vai morrer só, então POR QUE PORRA você precisa estar com alguém? É legal ficar com alguém legal, poder contar com essa pessoa pra conversar, sair, se pegar.. mas tornar isso um vício ou necessidade é se condenar a só ficar bem se tiver um bofe pra beijar teu pescoço. Experimente passar um tempo só SE curtindo. Não transforme em OBRIGAÇÃO ter que encontrar alguém pra se envolver. E sabe aquele rolo que não anda e está mais enganchado que os fios da gaveta da minha escrivaninha? Desenrole-os. Não se reduza a deixar-se ser enganada. DÊ UM BASTA!

- Estude. Intelectualize-se!
Não só de corpinho bonito e amor próprio vive uma mulher de verdade e decidida. É preciso mais. É preciso MUITO mais que isso. É preciso cérebro. É preciso conhecimento. Mais do que se conhecer, procure conhecer os mundos ao seu redor. Aprenda a dirigir, a falar chinês, a dominar o binômio de newton, a dançar tango.. Mas estude. Torne-se (ou seja ainda mais) uma pessoa imprescindível de conversar e passar tardes inteiras de papos.. Tenha assunto e conteúdo a transmitir..

                                                     (Mude para e por Você. Apenas.)

Existem vários outros pontos para quem quer realmente começar uma mudança pessoal a partir deste ano. Porém me detive só a esses. Espero que esse ano seja legal e promíscuo para todos os nossos leitores.


Beijos sabor cereja!

Subscribe