17:46

O Bumbum

Esta é uma cereja de Anavlis |

Minhas pessoas lindas, Como estão vocês? Preparados para se jogarem nesses dias de folia que estão por vir? Não gostam do furdunço e resolveram se isolar? O fato é que Carnaval no mínimo serve como um feriadão pra relaxar e curtir.
E Carnaval é aquela época, pra quem gosta, de se fantasiar e sair nas ruas sem medo de ser feliz. Época também de tentar ter todas as overdoses de todas as drogas possíveis, pra quem curte. E, claro, também é o momento do ano em que mais se presencia a exibição daquela parte do corpo feminino que taaanto desperta interesse e desejo nos homens: A bunda.
E como falar de bunda feminina não é do meu fetiche, publicaremos um texto quase poético que recebemos de um de nossos leitores mais charmosos e assíduos do Bombas
Apreciem a suavidade e o desejo que o moço utiliza para escrever um texto que deixa qualquer mulher sedenta por um arrocho.



O bumbum é uma trama complexa entre cultura e conceito, em várias épocas foi representado de várias formas por artistas, poetas ou simplesmente amantes acalorados pela beleza de suas formas anatômicas. O bumbum não tem privilégios em relação a outras partes do corpo... Ele por si só se faz. O bumbum feminino é viril e firme. Ele se resplandece e é fruto do apelo das formas voluptuosas que multiplicam até o infinito a sexualidade mortal. O bumbum por si só ganha vida, na estatuária antiga, na pintura, na dança em qualquer expressão humana.


O bumbum chega a ser simpático e mesmo assim é policiado pela sociedade “vá se ferrar” ou “dane-se” numa auto-afirmação contínua. O bumbum “chama” abrindo espaço para o fetiche, como numa palmada sexual, sem conseqüências, sem consciência do dever cumprido ao prazer alheio, servindo como catarse, onde o jogo sensual aflora ainda mais os sentidos.
Massagear e acariciar músculos, mesmo sem penetração pode tornar-se estimulante e prazeroso até quando marcado ou tatuado. Uma beleza impenetrável. Muitas vezes citamos bumbum para não falarmos do órgão sexual, cujo desejo é até diabólico. Os adoradores do rosto do diabo são hereges e sodomitas, pois o lado imoral perverte o subconsciente.
Ser admirador de um bumbum é ser amante do afastamento... Quanto mais se olha mais ele ganha forma, em sua arquitetura perfeita ele é mais descoberto. O bumbum é como uma autobiografia, uma negligência humana intolerável.

Tiago Licarião (aquele delícia)

Bem, amores. Tenho absoluta certeza que todos adoraram o texto. COMO não adorariam algo tão caprichado e bem feito? E se você também escreve e deseja contribuir e aparecer no Bombas, sinta-se convidado e livre para nos mandar seus textos para a coluna 'Leitores Gritam'.
No mais, tenham um excelente carnaval e nos vemos em breve, gostosuras.

Beijos sabor cereja!

2 Mordidas:

Iki de FeniX disse...

falta um sobre os seios agooraaa uahauhauaha muiito bom o texto deixa qualquer admirador de "regioes gluteas" babando

Kris Cereja disse...

xD Sei bem do que se trata ;)
Já me senti em diversas ocasiões uma bunda que andava...
Tem homem que olha a bunda antes dos olhos.
Mas que é gostoso é!

Postar um comentário

Morda e exploda também.

Subscribe