23:22

Romance à distância: E aí, vei?

Esta é uma cereja de Anavlis |

Meu povo! Minhas delícias! Que saudade, neah? Há quanto tempo que vocês não se deliciam com novidades aqui no Bombas? Sim. Muito. E eu sei. Tanto que eu já tô ligada que de lá pra cá vocês já trocaram de foda fixa, arrumaram um trampo.. etc.
Pois bem. Voltamos. E voltamos com um tema que deeeesde que criamos o Bombas eu era afim de falar sobre:
ROMANCINHOS À DISTÂNCIA!! Mas eu segurei o cu e me calei. E eis que hoje me aparece aquela delícia do Davi sugerindo que eu escrevesse a respeito. E acato sua opinão. MAI LÓGICO. Até porque eu Só não postei antes porque... porque... porque.. DEIXA PRA LÁ!!

Então, você vai para aquele congresso louco de OBA OBA com o único intuito de ser de todo mundo e todo mundo ser seu também. Ou então você conhece aquele amigo TUDO do seu primo que viajou com ele pra cá. Ou até mesmo você tem a capacidade de conhecer um bofe da net. Conhecer gente nova é legal.. conversar sobre assuntos diferentes e ouvir opiniões também diferentes é melhor ainda..
Mas aí começa aos poucos rolar um clima. Um furduncinho. Aí você pega o bofe na última cultural do congresso. Ou o amigo do seu primo depois da quadrilha. Ou o bofe viaja até você pra vocês fazerem bem muito sexo.
A ficada foi ótima. Vocês super combinaram e se deram bem. 

                              Lindo né? Seria muito mais se você não tomasse no rabo, na maioria das vezes.

Mas nessa parte do sonho o congresso acaba e vocês voltam pra suas terras, o amigo do primo pega o caminho do burro também, e o bofe da net volta a ser o bofe da net de sempre.
Mas vocês gostaram tanto dos momentinhos juntos que continuam se falando.. flertando.. imaginando..
Vocês conversam até por carta e pombo correio. Gostam das mesmas músicas. Lêem os mesmos autores. Não têm falsos pudores. Cara! Por que mesmo essa pessoa mora longe? Por que Murphy é tão filho da mãe? Por que você não pode simplesmente trocar aquela sua vizinha idiota por seu paquerinha do outro lado do mundo?

Até que chega aquele momento crucial que vocês não sabem o que fazer com o apego. E existem dois caminhos: 1) Arriscar e começar um relacionamento esperando que a GOL arrase e seja solidária em suas promoções ♥♥; 2) ou constatar que o babado não tem como dar certo e colocar um ponto final 'VAMOS SER AMIGOS E PRONTO' no esquema.
Muito fácil, né? Porra! Nem tanto. Nem sempre. Quem dera fosse..
Porque até vocês chegarem a uma conclusão (e olhe lá se forem os dois..), muita água escorre, muita expectativa rola, e muitos créditos de celular acabam.

Namorar, ficar, flertar, qualquer porra que seja, à distância não deixa de significar carência. LÓGICO! NEM OUSE NEGAR!! Pois sim. QUEM em sã consciência trocaria alguém legal que está na sua cama por outro alguém legal que está na casa do cacete? Pois é, amigo. Você está sem ninguém. Sentindo-se só.. aí aparece aquela pessoa cujo único defeito é  nacasa de pantanha. Por que não chavecar e deixar rolar? Até certo ponto é saudável e legal manter uma paquerinha longe. Causar aqueles momentos de flerte, desejo..  Mas quando você começa a adentrar na estrada que leva à paixão ou ao amor, você tá prestes a se fuder de verdade.
Por que? Porque na maioria das vezes um brinca enquanto o outro se engana. Um gosta da 'presença' do outro enquanto este outro trocaria qualquer coisa pela PRESENÇA daquele. Um está apenas satisfazendo sua carência momentânea enquanto o outro se apaixona. Eu sei que isso parece uma generalização ou algo depressivo, mas é a verdade. Nos raros casos que essa porra vai pra frente é porque os DOIS se gostavam. OS DOIS se queriam de verdade (não só pra uma masturbação). OS DOIS não estavam apenas masturbando sua carência com o afeto do outro.

Para começar um rolinho à distância você precisa ter noção de pelo menos O QUÊ você quer e até ONDE o casinho pode chegar. Não comece no jogo achando que o prêmio é casar, ter filhos e completar bodas de diamante. Se quer se envolver, tenha a noção que pode dar certo, mas pode MAIS AINDA dar em merda e você levar um fora em plena noite de NATAL!

Portanto, meus amores, se aparecer um esqueminha desse pra vocês, aproveitem. Mas aproveitem muito sabendo que é apenas um flerte, uma conquista. Não surte e comece a imaginar o olhinho dos futuros filhos de vocês só porque ele falou que você é incrível. Vocês podem conversar, flertar, se desejar, e até se encontrar algumas vezes. Por que não? Mas isso não signiifica que a história de vocês é de novela ou que casarão, terão filhos e morrerão de mãos dadas.

Por isso, queridos, abram suas mentes, seus olhos e deixem seus corações LIVRES para viverem e se envolverem desprendidos de expectativas que só farão mal. Não esperem levar um fora na NOITE DE NATAL pra ficar esperto, tá ligado?

Beijos sabor cereja! pra vocês, SEUS LINDOS!

2 Mordidas:

Rebecaluu disse...

PUTA MERDA, é lasca quando você cai nessa armadilha do destinho, conhece o cara simplesmente PERFEITO, mas a coisa é a distância. Já tomei no cú por conta disso e digo que quanto antes você se sai dessa situação melhor! Eu demorei demais para entender que não ia dar em nada e que eu simplesmente servia de massagista para o ego do sujeito, mas antes tarde do que nunca. Agora eu t^com alguém bem presente e super feliz!!!!

Anavlis disse...

Toca aqui, amiga. o/
Já me fudi muito também.

Postar um comentário

Morda e exploda também.

Subscribe