22:12

Uma dose Oral, por favor.

Esta é uma cereja de Anavlis |

Atenção MULHERIL e Civilização masculina que está na maresia em casa numa Quarta-feira à noite sem porra alguma pra fazer ou ter pra quem ligar. Hoje não é Sexta-Feira mas PODE SER DIA DE MADEIRADA TAMBÉM SE VOCÊ QUISER, ou estou errada?
Antes de mais nada,
Desligue a luz do quarto, ponha aquela música gostosa e vista sua calcinha mais Sexy (pode ser até aquele Fio dental que você ainda não estreou) porque hoje o papo é sobre aquilo que TODAS GOZA GOSTA  (ou quase isso).  O QUÊ? O QUÊ? O QUÊ?

SEXO ORAAAAAAL, mon amour!! 

                                      Tsssssssssssssssssssssssssssssssssss

Não há dúvida alguma que sexo é muito bom. Ele desestressa, tranquiliza, deixa as nossas pernas dormentes (após terem dado umas tremidinhas), e faz muito do bem à Saúde. Sua falta? Aaah! Causa amargura, rancor, corpo tenso, autoestima no Pré Sal e desejos de morte da felicidade alheia. Talvez até câncer..
Só que alguuumas modalidades esportivas sexuais causam uma sensação djiferentxi. Uma sensação melhor. Para uma booooooa parte da ala feminina, bom mesmo é o sexo oral. Por que? É óbvio. Porque é a forma mais fácil e deliciosa de estimular o Clítoris e chegar ao topo do prazer (tente não lembrar de Michele Mello por conta deste termo, Ok?) Ao passo que com a penetração o contato primordial é o vaginal, onde o clítoris é estimulado de maneira secundária, no sexo oral ele é a ESTRELA, o ESPERADO, o ALCANÇADO e SENTIDO.  

Sabendo que atualmente eu não sou lá alguém que esteja mandando ver no assunto, eis que eu saí  vasculhando e interrogando a mulherada sobre O QUÊ elas mais gostam que os bofes realizem em suas coisinhas, e O QUÊ é brochada na certa. 


Vamos aos resultados?


"caralhoo... pera deixa eu pensar! porque oral é a coisa que eu mais gosto!"
(Sentiram a Pressão do desejo da coisa?)


" o cara não é obrigado de jeito nenhum"
Antes de mais nada, é necessário que nós mulheres tenhamos em nossas cabecinhas que, assim como a gente nem sempre tá afim, o carinha também não tem como missão de vida chupar contra a vontade. Ele não tá afim? Relaxa. Divirtam-se de outras formas. Olha, o que não falta nesse mundo são 'brincadeirinhas' pra se fazer a dois. Agora, se ele não quer fazer porque acha nojento ou não curte, é tudo questão de conversas e entendimento. É questão de você convencê-lo que seria legal para ambos este momento íntimo. Eu falei CONVENCER no sentido de MOSTRAR/PROVAR. Não no de OBRIGAR ou fazer CHANTAGEM (seja emocional ou sexual)



"O cara tem que mostrar que gosta do que esta fazendo."
Ou seja, a gente sabe quando o cara está fazendo pra agradar (pois é. Não são apenas as mulheres que cometem este 'delito'). E por mais que a gente reconheça a sua boa ação, é diferente quando se faz por obrigação e quando é por tesãoe  louco de vontade. É a mesma coisa de quando você está louco pra chegar ao céu mas sua companhia não está afim, e mesmo assim faz pra te agradar. Você até goza, mas fica aquele gostinho de 'a roda gigante não completou a volta'.






"o cara saber exatamente onde fica o clítoris." "chupadas com pressão no clitores"
Não adianta. Se você resolve brincar lá embaixo e esquece ou desconhece este cidadão, deu a viagem perdida, meu boy. Nosso prazer não está escondido nos lábios ou no monte pubiano. Se você ainda não sabe onde se localiza o Clítoris, COOOOOORRA para o google, para seu livro de Ciências da 7ª série, ou peça auxílio para uma garota de verdade te ensinar a toca do coelho... Agora, se você já é macaco velho e conhece o caminho, não esqueça de se dedicar a ele. Só não esqueça que mesmo com pressão, você não está chupando uma laranja. Vá com os lábios macios.. sem tanto peso.. Da MESMA forma que você pretende receber. ;)

"Língua + dedo = perfeito"

Quase unanimidade em nossas leitoras. Quer que a mulher sinta prazer? Chupe-a! Quer que ela fique LOKA mano? Chupe-a e toque-a. É totalmente do outro mundo sentir os seus dois pontos mais erógenos sendo estimulados AO MESMO TEMPO. A gente entra em alfa, em transe, em uma porra de dimensão que é alucinante e muito doido. Portanto, para um booom sexo oral não esqueça da língua, nem dos dedos, nem dos lábios, neeem da vontade Fazer.


Além do que elas curtem, as gatas também abriram o verbo sobre o que NÃO se pode fazer neste momento:
"Língua dura: tipo, o cara em vez de usar a língua como num beijo, ele fica com a lingua estirada, dura mesmo, sabe? Deixa-se de aproveitar mil sensações e rapidinho fica incômodo."
"sugar, como se quisesse achar um canudinho surpresa"


Pois é, como vimos, não basta fazer sexo oral em sua parceira tratando o momento apenas como 'preliminar'. Sexo oral não é uma preliminarzinha qualquer. É aquele momento que a gente pensa que a vida é boa e é isso mesmo. 
Se você não gosta do cheiro da coisa, tudo bem.Questão de gosto. Mas não vá pensar que o seu saco cheira a Malbec porque não cheira meeeeeeesmo, viu, gato?


Por fim, encerro esta enquete quentíiiiissima com uma dica de uma de nossas leitoras para um oral gostosinho porque Bombas de Cereja também é CULTURA nesse mundo.

"O do Sorvete, é o UP da pastilha halls.
funciona bem depois da 1ª transa, caso a menina fique um pouco doida, ou sensivel d+
após um banho (fundamental), o parceiro vai la e faz um oral com sorvete, introduz um pouco e trabalha bem.
a sensação é ótima, dormencia um pouco e o geladinho com o quente da situação toda, resultado: ela estará pronta pra mtas outras \O/
todos comemoram"


PEEEEEE eEEEEEEEEEEEEEEEEERAÊ! PARA TUDO!


Você tá sem bofe ou foda fixa pra te proporcionar sorrisos múltiplos. Acalme esse coração, boa moça. O mundo é bão, Sebastião. E graças a DEUS tem gente criativa e generosa nesse mundo o suficiente pra inventar a salvação das mulheres perdidas e abandonadas. Tá vendo essa belezinha aqui do lado? Jogue no Google SQWEEL e corra pra pegar ser cartão de crédito.


 Mas se nem cartão de crédito você tem gata, desculpa mas tu tá fudida mesmo. Terá que se virar a 10 dedos..



Beijos sabor cereja! e bora fazer Amor porque guerra já tem muita gente fazendo.

23:55

A coisificação sexual das pessoas

Esta é uma cereja de Anavlis |


O ser humano difere-se dos outros animas (Sim. Dos outros. Pois também estamos incluídos na seleta lista dos bichos que habitam o globo) por conseguir ter ido além de onde os seus familiares animalescos foram capazes de chegar. Andamos com dois pés, somos bípedes. Conseguimos manusear com os polegares, somos primatas. Somos capazes de pensar e raciocinar, somos racionais. Conseguimos nos masturbar, somos punheteiros.

Porém, alguns de nós devem sentir muita falta e saudade da época em que eram meros Australopithecus, e então resolvem fazer um caminho meia volta volver em reencontro com este nível histórico e intelectual.
Êêêêpa! Por que este papo biológico e histórico aqui no Bombas, Anavlis?
Simples. Puramente pra reafirmar o quanto ainda estamos rodeados de seres subdesenvolvidos em caráter, intelecto, vergonha na cara e racionalidade.

Seguinte. Depois de tantos fatos, casos e ocasos em que você tomou no rabo, você resolve ser bem resolvida, deixar de fazer cu doce, e decide ir direto ao ponto. Para de arrodear igual a cachorro quando quer cagar e fala logo de uma vez pra o cara que você tá afim. Afim de conversar, ou de ver um filme, ou de dançar música cubana ou Kuduro, ou de tomar vinho em um bar mais ou menos, ou de jogar resta um, ou de se pegar e se agarrar mesmo. E isso é muito válido. MUITO VÁLIDO. Ao desembuchar logo tudo de uma vez você economiza tempo e flertes com um lance que pode nem fluir. Imagina só ficar semaaaanas ou meses de conversinha (e só conversinha MÊÊÊSMO) furada com um elemento que só tá masturbando o ego com o climinha de paquera entre vocês? Melhor ser direta e já. 

                                                              "Só tesão. Depois é no litrão."

Aí que isso tinha tudo pra dar certo: você já flertou;  vocês já se pegaram; e a essa altura da corrida de jegue ele já tem  noção do quanto você é linda, beija bem e se garante. Mas então, como eu disse, TIIINHA tudo pra dar certo. TINHA: Verbo de segunda conjugação conjugado na terceira pessoa do singular no Pretérito imperfeito (você já tira por aí) do modo indicativo. Ou seja, deu merda.

Por quê? Porque você resolve sair de casa (Linda. Tá até estreando seu novo sapato Oxford) em um dia de domingo e se depara com o seu mau elemento pendurado, quase devorando, em uma outra garota. Ou então você descobre que o cretino tem namorada, ficante número 1, peguete número 2, e você é a décima quarta aspiração pra comer. Ou o seu primo lhe conta que o cara tá fazendo bingo pra ver quem dá mais pra mexer no pinto dele.

Ué? Mas as pessoas são livres, né não? Cada um pega, come e rumina quem quiser, né isso? NÃO. UMA PORRA! Talvez até seja, quando nos referimos a um pacote de cuscuz e NÃO a PESSOAS! Igualar pessoas ao patamar de um pedaço de carne de charque não é ser livre, é ser FILHO DA PUTA! Querer pegar alguém é normal e necessário. Todos queremos alguém pra nos fazer bem naquele momento. Mas daí a usar as pessoas só pra ter quem comer no fim de semana é cachorrada. Cachorrada no cio.
Se você faz listinha pra ordenar quem vai pegar, problema seu, minha linda. Agora seja MULHER pra assumir que a sua idade mental é de 14 anos e que você ainda compete consigo mesma pra pegar o maior número de caras. Se você só está preocupado em bater seu recorde idiota semanal de números de vaginas comidas, infelicidade sua, meu gato. Porque mais cedo ou mais tarde sua canalhice, filhadaputagem e imaturidade chegarão à vista de alguém que você nunca mais pegará na vida.

NENHUMA mulher é só uma Vagina. NENHUM homem é só o seu pênis. Todos são mais do que o que têm entre as pernas. Têm sorrisos, livros lidos, filmes prediletos, gestos carinhosos, comentários engraçados, músicas lindas que curtem. É uma PENA e uma DESGRAÇA anular tudo isso. Olhar pra alguém e só enxergar ele te comendo ou de 4 pra você penetrar.



A gente deveria parar pra pensar: a gente se queixa tanto da falta de pessoas legais, do quanto o amor é traiçoeiro e serelepe e do quão somos azarados nos assuntos do coração, que talvez nossa preocupação mor deveria ser O QUE andamos fazendo e aprontando com quem talvez poderia nos querer bem. Talvez. Porque realmente, pensando melhor, um ser tão idiota desse não deve valer muito a pena mesmo ao ponto de você sentir um carinho. No máximo, rola um tesão. Depois de comê-los, fica só o nojo.

Como diz a minha Tracy Cherry “O machismo é pior que AIDS. Você nem precisa trepar pra ser vítima.”


Beijos sabor cereja! e COOOOOOORRAM DESSES CRETINOS!!

23:57

Ser ou não ser a (o) outra (o): eis a questão!

Esta é uma cereja de Anavlis |

Meus gostosos (como se eu tivesse alguma coisa nessa vida..)!!
Bora de post de leitor? Bora?
E o texto de hoje é da lindona da Jana
Vamo lá?


Quem nunca se envolveu com alguém comprometido que atire a primeira pedra... Bom, se você que lê isso nunca se meteu em uma história cabeluda dessas, meus parabéns, você salvou todos e todas do inferno em uma única tacada, golpe de mestre! O que me faz crer que ainda há salvação. ALELUIA!
Mas, eu juro que queria entender o que se passa pela cabeça do ser humano quando resolve engatar numa situação como essa, porque convenhamos se tem mais a perder do que a ganhar, concorda?
Acho que tudo começa após aquela primeira decepção de menininha, que sempre fantasia o seu amor chegando em um cavalo branco, o tal príncipe encantado e SOLTEIRO que tanto pediu a Deus em suas preces, mas o destino vai e te prega uma peça e de tanto esperar a chegada do príncipe, você acaba se acostumando com os sapos que cruzam seu caminho e muitos desses, são exemplos dessa situação que atinge a sociedade em massa, esse fato da modernidade, que eu dou o nome de: caso com pessoas comprometidas(os). E como quem não tem cão, caça com gato, você engata nessa história e nessa brincadeirinha eis que o (im)provável acontece, e você se vê apaixonada(o) por um alguém que já tem alguém, veja  que merda. O que se faz numa hora dessas?
Te dou quatro opções:
a( )     Se atira de um precipício
b( )     Se afoga na bacia mais próxima
c( )     Enche a cara até não aguentar mais
d( )     Faz de conta que não sabe de nada, paga de desentendido (a)
E porque não botei a opção “pula fora”, simples, porque a pessoa que escolheria essa alternativa com certeza já morreu ou virou santa (o), então, fiquemos só com essas quatro mesmo. Se você escolheu a letra “d”, meus parabéns, você e 90% da população optou pela mesma saída, porque a conclusão é a seguinte: já que ta no inferno, o negocio é abraçar o capeta! E vamos combinar que pagar de desentendido nos tempos atuais, é até muito natural.





Ai, você evita de todas as formas esse envolvimento, dizendo aquele não quero com som de: “ME LEEVE PRO PRIMEIRO MOTEL E FAÇA AMOR LOUCAMENTE COMIGO, NEM QUE SEJA SÓ POR ESSA NOITE!” E sabe por que você escolhe fazer isso? Porque dar uma de desentendido (a) é muito mais fácil do que desperdiçar uma chance de dormir com o homem/mulher da sua vida, só por causa de um compromisso que você nem sabe se é duradouro. Afinal, você ta na disputa agora! E vai teimar em acreditar que quanto mais ele (a) se envolver com você, maiores são suas chances de mandar a (o) oficial pro clube dos encalhados mais próximo que existir ou pro inferno, como você preferir.
Só que o mal disso tudo é que, por mais que você fique fingindo um certo tempo que está tudo bem, que é uma situação normal, não é! Ficar entre duas pessoas é algo que incomoda demais! E outro fato muito relevante nisso e que quase ninguém pensa é que se tem uma terceira, é provável que tenha uma quarta, quinta, sexta e dai em diante. Porra, quem não respeita nem algo que chama de “sério”, como é que vai respeitar então qualquer outra coisa? É possível então confiar em alguém que comete uma traição alegando coisas do tipo:
·        Ta desgastado
·        Caiu na rotina
·        Eu já não sinto mais a mesma coisa
Meu irmão, se não sente, deixe! Seria tão mais adulto fazer isso! E aí não da pra definir quem é errado na história toda, então a culpa é de quem já ta no barco e quem inventou de embarcar horas depois, porque sabia e se sabia, tem consciência de todas as consequências que lhe vão cair. Céus e terras passam a desabar a partir do momento que se começa algo assim e não é brincadeira.
Por isso, começarei a listar uma série de coisas que vão começar a desgastar esse seu novo romance que você acredita de dedos cruzados, olhos fechados e todas as outras macumbas que se conhece que este vai ser diferente, que com você ele (a) vai ter tudo o que precisa:
a)     Você nunca sabe se pode ligar (ele/ela pode estar por perto)
b)     Você tem que cruzar com o (a) fulaninho (a) na balada e ver que ele ta com a figura no maior love. (encha a cara, cidadão, só se aguenta ver isso depois de muito bêbado)
c)      Você ta subindo pelas paredes, quase em abstinência sexual, mas não pode ficar com outros, porque acha que ta em um relacionamento “sério” e vai ser fiel até o fim. (Enquanto ele/ela ta em casa, usando o Kama Sutra pra aprimorar mais o sexo)
d)     Você dispensa o maior gato (a), aquele (a) que você sempre quis pegar, por conta do outro (a). (Bom, nessa hora ele/ela pode ta com a terceira, quarta, quinta...)
e)     Você se priva de todas as coisas. (Enquanto ele/ela vai pros melhores lugares, provavelmente com a (o) oficial)
f)        Começam as cobranças (Pronto, a merda tá feita!)
E outra série de coisas que você que já viveu um lance desses, vai saber direitinho do que se trata.
Me diga então, diante de tantas coisas contra uma relação dessas, você ainda quer continuar? Meu senhor, minha senhora, por onde anda sua autoestima? Sim, eu disse autoestima mesmo, porque com toda certeza, você não precisa se dispor a uma relação a três, onde só você se lasca, por acreditar que não pode ter um amor docinho só seu! Eu vou ser ainda mais menininha e dizer que aquela história de que toda panela tem sua tampa é real, não fique se achando a frigideira. Você ainda vai encontrar o seu príncipe SOLTEIRO, acredite!
Isso tudo é uma questão muito complexa e eu não saberia dizer o que é o certo a ser feito em uma situação como esta, cada caso é um caso e cada cabeça é um mundo! Mas eu diria que relacionamentos com pessoas comprometidas sempre ensinam muita coisa, e a mais importante é a não se relacionar de novo! Aprenda, essa é uma lição que você vai querer levar pro resto da vida.


Beijos sabor cereja!

Subscribe